Menu
Busca quarta, 02 de dezembro de 2020

PF encerra investigação sobre PanAmericano com 22 indiciados

PF encerra investigação sobre PanAmericano com 22 indiciados

08 fevereiro 2012 - 14h21
A Polícia Federal encerrou nesta semana a investigação que apurou os crimes envolvendo o banco PanAmericano, resultando no indiciamento de 22 pessoas.

A pedido da PF, a Justiça Federal decretou o bloqueio de mais de R$ 21 milhões em investimentos dos envolvidos. Além disso, 29 imóveis estão indisponíveis.

O inquérito, iniciado em 26 de dezembro de 2010, foi instaurado para investigar crimes decorrentes de fraudes contábeis e subtração de valores envolvendo a administração da instituição financeira entre janeiro de 2008 e novembro de 2010.

Ao longo da investigação, cinco ex-diretores do banco, três ex-funcionários e um ex-presidente do grupo Silvio Santos foram indiciados pela prática dos crimes de formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta, "caixa dois" e crimes financeiros.

Outros seis ex-diretores do PanAmericano e dois executivos do Grupo Silvio Santos foram indiciados por gestão fraudulenta e "caixa dois". Cinco pessoas foram identificadas como "laranjas", sócios de empresa de fachada, e também foram indiciadas por formação de quadrilha.

Os indiciados poderão responder a penas que, somadas, podem chegar a trinta e um anos de reclusão. O inquérito policial seguiu para o Ministério Público Federal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Polícia Militar Ambiental de São Gabriel do Oeste resgata anta de tanque de piscicultura em sítio
LEGISLATIVO
ALEMS recebe projeto que altera Lei Orgânica do Ministério Público de MS
SAÚDE
Disk-Covid registra aumento de 67% nas ligações em novembro
NOTÍCIAS
Carreta da Justiça define calendário de atendimentos em 2021