Menu
Busca terça, 01 de dezembro de 2020

PRF já registrou 187 mortes nas estradas federais de MS em 2011

PRF já registrou 187 mortes nas estradas federais de MS em 2011

28 novembro 2011 - 19h44Por Dourados News
Balanço divulgado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) em Mato Grosso do Sul, apontam que o número de mortes nas estradas federais que cortam o Estado durante o ano de 2011 já chegam a 187. Os dados são referentes ao período entre os meses de janeiro até o dia 16 de novembro.

No total, são mais de 3,4 mil quilômetros de rodovias federais patrulhadas pela PRF e a BR-163, que corta o Mato Grosso do Sul no sentido Norte/Sul, passando inclusive po Dourados é onde existem o maior número de vítimas, chegando à 83 óbitos. Em segundo aparece a BR-262 com 39 mortes, seguido pela BR-267 com 23 registros e a BR-158 com 22 mortes só neste ano.

De acordo com o órgão, os principais motivos dos acidentes são a imprudência, desrespeito a sinalização e o excesso de velocidade. O primeiro motivo citado corresponde a 1.058 acidentes registrados, o que se aproxima dos 35% dos casos da época, que é de 3.093 acidentes.

Na Operação Nossa Senhora de Aparecida, a última grande fiscalização da PRF em Mato Grosso do Sul no mês de outubro, foram registrados três vítimas fatais em 58 acidentes envolvendo veículos no Estado. Houve 55 vítimas que ficaram com ferimentos.

Dos números apresentados em outubro, houve ainda a prisão de 11 pessoas que conduziam seus veículos sob efeito de alcool, o que pode ser colocado nas estatísticas de imprudência, responsáveis pelo maior número de acidentes até aqui.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ARAL MOREIRA
Homem é encontrado carbonizado e com marcas de tiros no corpo
Motocicleta com placas do Paraguai também foi queimada
IGUATEMI
Homem morre vítima de tiro acidental na cabeça durante pescaria
Jair Ruzzene, de 56 anos, se apoiou em cano de espingarda quando arma disparou e o atingiu
MARACAJU
Veículo com quase meia tonelada de maconha foi apreendido pelo DOF
ECONOMIA
Caixa retorna valores não movimentados do saque emergencial do FGTS