Menu
Busca quarta, 23 de setembro de 2020

Projeto da UFGD é apresentado em dois países da América Latina

16 novembro 2011 - 12h02Por Assessoria
O projeto de extensão “Reconstruindo a Memória Cultural e a História das Instituições de Ensino em Dourados: uma Experiência com a Comunidade Escolar” foi apresentado em 03 de novembro no Chile, durante a “XVI Conferencia Internacional de Bibliotecologia – Buenas Practicas Aplicadas a las Unidades de Información” e será apresentado nos dias 24 e 25 de novembro, na Argentina, durante o “I Encuentro de Museos Universitarios de Iberoamerica e II encuentro de Museos Universitarios del MERCOSUR”.

A servidora técnica-administrativa da Faculdade de Educação da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), Markley Florentino Carvalho, é uma das autoras e quem apresentou o projeto no Chile e uma delegação de bolsistas da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão (PROEX) irá apresentá-lo na Argentina. A autoria do trabalho também é da mestranda em Educação, Poliana Gianello Santini.

“Reconstruindo a Memória Cultural e a História das Instituições de Ensino em Dourados” está vinculado ao Laboratório de Documentação, História e Memória da Educação (LADHEME) da Faculdade de Educação.

O projeto visa contribuir para a reconstrução da memória cultural da comunidade escolar, por meio da construção de um repositório digital (processo técnico de organização e digitalização de documentos) fundamentado na documentação das escolas de Dourados pesquisadas neste projeto. Para a execução das atividades, o projeto possui uma equipe multidisciplinar contando com a orientação da professora Alessandra Cristina Furtada, do apoio das bolsistas Ane Caroline P. Cruz e Crislaine A. da Silva, e ainda conta com a colaboração dos técnicos administrativos da área de informática Wesley E. Ferreira e Valdir M. Felipe.

Entre os objetivos estão: estimular a consciência da comunidade escolar e acadêmica acerca da preservação da memória; criar e organizar o repositório digital à memória cultural das escolas da região de Dourados; disponibilizar acervo on-line para consulta ao pesquisador e à comunidade escolar; e auxiliar a preservação dos arquivos escolares de Dourados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
STF mantém obrigação de locadoras terem cota de veículos adaptados
Norma era questionada pela Confederação Nacional dos Transportes
NOTÍCIAS
Criança sob guarda deve receber mesmo tratamento que filho em plano de saúde
MEIO AMBIENTE
Números de multas e de focos de queimadas no MS já superam 2019
POLÍTICA
Brasil é vítima de desinformação sobre meio ambiente, diz Bolsonaro