Menu
Busca segunda, 18 de janeiro de 2021

Sindicato Rural condena declarações de produtor

21 agosto 2012 - 13h40
A Gazetanews


O Sindicato Rural de Amambai condenou as declarações do produtor Luis Carlos da Silva Vieira, popularmente conhecido como “Lenço Preto”, proprietário de terras na região de Paranhos, onde ele afirma em vídeo que a classe produtora vai se organizar para confronto armado contra índios invasores de terra na região Cone Sul do Estado, em Mato Grosso do Sul.

No vídeo, publicado pelo site Midiamaxnews, da capital do Estado, Campo Grande e reproduzido por outros veículos de comunicação de MS, entre eles o site Amambai Notícias, de Amambai, Lenço Preto, que é morador em Amambai, mas tem terras na região invadida há duas semanas em Paranhos, na fronteira com o Paraguai, reclama da falta de ação da Justiça e dos governantes para a questão e diz que os fazendeiros vão adquirir armas no Paraguai para enfrentar os indígenas, transformando a região em um campo de guerra.

Em declaração a nossa reportagem, o presidente do Sindicato Rural de Amambai, Christiano Bortolotto, condenou as conotações do produtor rural e disse que as declarações de Lenço Preto são de cunho pessoal e vão exatamente ao contrário do que a classe produtora da região prega e defende, que é o diálogo e a busca pelos meios legais, ou seja, através da Justiça e dos meios governamentais, para solucionar as questões envolvendo índios e produtores na região.

“Nós, produtores rurais, queremos apenas que nosso direito a propriedade, garantido pela Constituição Federal, seja respeitado para que possamos produzir, gerar empregos, alimentos e riquezas para o País, feito que em nossa região não tem ocorrido. Para que isso aconteça temos buscados os trâmites legais, respeitando a legislação. Não defendemos e jamais defenderemos o uso da violência”, ressalta o presidente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Técnicos da Anvisa recomendam uso emergencial da vacina de Oxford
EDUCAÇÃO
Enem 2020: confira hoje a correção das provas ao vivo
BRASIL
Mesmo com vacina, vitória sobre coronavírus passa por 'mudança de comportamento social'
Antônio Barra Torres deu declaração ao abrir reunião da Anvisa que analisa pedidos de uso emergencial de duas vacinas contra Covid-19
SAÚDE
Ocupação de leitos em UTI Covid continua alta nas cinco macrorregiões do Estado