Menu
Busca domingo, 16 de junho de 2019
DECOR

4 regras de cor para adotar no design de interiores

30 maio 2019 - 16h13Por AArquiteta

Saber combinar cores é sempre uma tarefa difícil – talvez mais para uns que para outros. Porém, para ajudar nessa tarefa essencial no design de cores, há 4 regras de cor que podem auxiliar na hora de encontrar o equilíbrio e, consequentemente, salvar qualquer ambiente.

1. Regra 60-30-10


Calma, isso não é nenhum código especial da paleta de cores. Esses valores representam porcentagens. A regra consiste em usar três cores, cada uma com uma dessas porcentagens no ambiente.

Funciona assim: inicialmente, você deve escolher seu tom dominante (obviamente, ele estará presente em 60% do ambiente). Como ele é o dominante, escolha uma cor mais neutra, de modo que o espaço não fique sobrecarregado demais.

Depois, você escolhe a sua cor secundária (30%). Ela não precisa ser neutra como o tom dominante e pode ter um pouquinho mais de vida. Por último, você escolhe sua cor de destaque, que estará presente em 10% do ambiente. Concluímos, neste item, que a matemática pode ser essencial na hora de decorar.


Imagem: freshome.com


2. Cores quentes e frias


Na paleta de cores, há aquelas mais vibrantes, que passam mais energia, e as mais calmas, mais tranquilas. Esses são, respectivamente, exemplos de cores quentes (como laranja, amarelo, vermelho e marrom) e de cores frias (como verde, azul e roxo).

A ideia é você não escolher a cor para a casa toda, mas sim para cada ambiente de acordo com a sua finalidade. Por exemplo, nos quartos, o ideal é um ambiente mais calmo, mais tranquilo. Então, nesse caso, o indicado é usar cores frias. Por outro lado, na sala, a intenção é passar uma energia positiva, criar um ambiente para conversas calorosas, discussões saudáveis e agitação. Assim, as cores quentes têm mais espaço nesses casos.


Imagem: freshome.com


3. Cores complementares


Optar por cores complementares é mais simples que parece. Basicamente, consiste em escolher duas cores opostas da paleta, como vermelho e verde, roxo e amarelo e mais. Mas calma, não é para decorar o ambiente todo só usando essas duas. Você vai precisar de um tom neutro para dar um grande equilíbrio e um descanso para os olhos. Use de forma moderada e não abuse.

Imagem: freshome.com


 

4. Cores análogas


A última dica é parecida com a anterior. Porém, no lugar de escolher cores opostas, você escolherá cores próximas. Pegue uma cor central e as duas que estão ao lado dela (uma pela direita e uma pela esquerda). Ao usar três cores, é possível voltar na primeira regra e usar na proporção 60-30-10. Você também pode usar vários tons de uma mesma cor ou usar um esquema monocromático, caso as cores não sejam realmente o seu forte.

Imagem: freshome.com


 

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Com apoio de professores, estudantes marcham até UFGD e ocupam reitoria
NAVIRAÍ
Agentes brigam dentro de penitenciária por discordarem de ordens da diretoria
POLÍTICA
Moro diz que pode ter cometido um "descuido formal"
POLÍCIA
Homem tenta matar esposa após denúncia por agressão