Menu
Busca terça, 26 de março de 2019
(67) 9.9973-5413
AGOSTO DE 2019

Após cinco anos, Guanandizão reabrirá no ano que vem

26 dezembro 2018 - 17h00Por Da redação

Dois mil e dezenove será o ano da entrega de uma obra emblemática: a reforma geral e adequação do Guanandizão. Prevista para o mês de agosto, a conclusão será um presente para a Capital, que completará 120 anos de emancipação.

Localizado na avenida Ernesto Geisel, na Vila Nhanhá, o ginásio poliesportivo Avelino dos Reis foi palco de eventos importantes como a partida Brasil x Portugal pela Liga Mundial de Vôlei, em 2004, e o show do cantor Roberto Carlos, em 2013 – o último evento realizado antes da interdição.

Será o fim de uma longa espera de cinco anos. O prédio estava interditado desde 2013 pelo Corpo de Bombeiros Militar por conta de falhas na estrutura hidráulica. Com a reforma, o governador Reinaldo Azambuja espera que o espaço volte a abrigar eventos da Seleção Brasileira de Vôlei, Copa Brasil de Futsal e jogos escolares e universitários, incentive o esporte e a cultura e fomente a economia regional.

Segundo o diretor-presidente da Fundesporte, Marcelo Miranda, a revitalização traduz um grande anseio dos desportistas do Estado. “Após a inauguração e reabertura do Guanandizão, vários eventos tantos desportivos como culturais e religiosos poderão ser realizados no local, movimentando a cidade e consequentemente a economia”, diz.

Ele conta ainda que na reinauguração será realizado um jogo da Seleção Brasileira de Vôlei. “O Guanandizão é o templo do esporte em Mato Grosso do Sul. Com a reforma, as especificações do Corpo de Bombeiros Militar serão respeitadas e poderemos voltar a utilizar a estrutura para seu devido fim”.

Orçada inicialmente em R$ 2,387 milhões, a reforma e adequação foi licitada por R$ 1,881 milhão – uma economia superior a meio milhão de reais. A revitalização será total, incluindo a recuperação da parte hidráulica, parte elétrica, arquibancada, vestiários, alojamentos, banheiros, cobertura, pintura e reurbanização da área externa do complexo esportivo.

Entre as melhorias também estão adaptações para garantir acessibilidade e segurança. A obra, que terá início em janeiro, é uma parceria da Fundesporte com o município de Campo Grande e os recursos são do Governo do Estado. Inaugurado em 1984, o ginásio Guanandizão faz parte da história de Campo Grande. A capacidade do local é de 8.240 pessoas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TELEVISÃO
Globo sentencia destino do Bem Estar em novo contrato de Michelle Loreto
ECONOMIA
Produção industrial de Mato Grosso do Sul permanece estável
EM MS
Procon realiza pesquisa e detecta preços iguais na venda de GNV no cartão ou em dinheiro
MATO GROSSO DO SUL
Escolagov forma novas turmas em “SQL para iniciantes” e “Redação Oficial”