Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020
CORONAVÍRUS - Setembro 2020
MS

Em meio a pandemia, vereadores viajam para seminário no PR e devem ficar em isolamento no retorno a MS

Três vereadores e o diretor da Câmara Municipal de Batayporã viajaram para seminário em Foz do Iguaçu (PR). Excursão desagradou parte da população do município, que registrou as duas primeiras mortes por covid-19 no estado.

20 maio 2020 - 17h00Por G1MS

Três vereadores e um servidor municipal de Batayporã, a 308 quilômetros de Campo Grande, viajaram até Foz do Iguaçu, no Paraná, para participar de um seminário, entre os dias 19 e 23 de maio. De acordo com o Portal da Transparência, a viagem dos vereadores Cícero Humberto Leite, Nivaldo Moreira e Cabo Máximo, todos do MDB, além do diretor da Câmara, Vinícius Duarte Enz, custa aos cofres públicos cerca de R$ 16 mil.

Ainda conforme o Portal, os servidores municipais viajaram para participar do evento "Transparência na Gestão Pública em época de pandemia - Gestão Pública contemporânea e novos serviços". A ocasião da excursão revoltou parte da população do município de cerca de 10 mil habitantes.

Segundo a vereadora Denise da Silva Pesqueira Passianoto, a notícia da viagem causou espanto até entre os parlamentares. "Eles não falaram nada sobre o seminário, nem em redes sociais, nem na sessão ordinária de segunda-feira", afirma. De acordo com ela, o momento do município não é propício para que servidores municipais deixem a cidade devido a pandemia do novo coronavírus. Batayporã apresenta, até a tarde desta quarta-feira (20), seis casos de covid-19, com dois óbitos.

"Estamos com barreiras sanitárias, sessões da câmara em novos horários e sem público, com decreto de calamidade pública e tivemos as duas primeiras mortes do estado. Nossa situação é crítica. Me deixa indignada que vereadores saiam uma semana para um seminário, com um risco desses de trazer o vírus de volta para a nossa cidade", pondera Passianoto.

A secretária de saúde do município, Marcela Leite Macedo, afirma que já fez contato com os servidores e que, assim que eles retornarem a Batayporã, ficarão em isolamento. "Tomaremos as mesmas medidas do que com outros viajantes. Isolamento de 7 dias, inicialmente, e, se apresentarem qualquer sintoma de covid-19, continuam por 14 dias", diz.

Macedo conta que a cidade está realizando ações de prevenção ao novo coronavírus, como barreiras sanitárias, fiscalizações de higiene e distanciamento social em estabelecimentos comerciais e centros de triagem, para pacientes com sintomas. "Orientamos todas as pessoas do município, independente de servidor público ou não, a evitarem viagens neste momento", finaliza.

Centro de Triagem em Batayporã  Foto: Reprodução/ TV Morena

Centro de Triagem em Batayporã — Foto: Reprodução/ TV Morena

O G1 entrou em contato com os vereadores e o diretor da Câmara de Batayporã, mas até a última atualização desta reportagem, não obteve retorno.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Cinco matérias pautadas para votação na Ordem do Dia desta terça-feira
TEMPO
Previsão indica tempo firme e baixa umidade do ar para Mato Grosso do Sul
POLÍTICA
Governo anuncia Renda Cidadã, com recursos de precatórios e do Fundeb
JUSTIÇA
Negado pedido de desaforamento por imparcialidade de jurados