Menu
Busca terça, 04 de agosto de 2020
VÍRUS

Morte por gripe em Corumbá aumenta para 15 nº de vítimas em MS

11 junho 2019 - 09h00Por Dourados News

Jonirce Ovando, de 49 anos, morreu neste domingo, dia 09 de junho, depois de contrair o vírus da gripe H1N1 e ficar internada, em Corumbá. Com esta morte, o número de vítimas de gripe em Mato Grosso do Sul subiu para 15, de acordo com a Secretaria de Saúde do Estado (SES).  

Segundo o site Diário Corumbaense, Jonirce estava internada no Hospital da Cassems, mas teve complicações e foi transferida no último dia 5 para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa da cidade, onde não resistiu.

Já são três mortes causadas pela gripe em Corumbá. O primeiro caso foi confirmado com o óbito de um trabalhador rural, de 43 anos, no dia 26 de janeiro, com H3N2, tipo de influenza sazonal.

O segundo caso foi confirmado no dia 03 de junho, como sendo o de Mari Soares, de 36 anos, do grupo das puérperas, ela morreu em consequência do H1N1. A paciente teve parto normal complicado, com pré-eclâmpsia (pressão alta) e estava com a imunidade muito baixa devido a outras doenças.

ESTADUAL

Corumbá é a segunda com mais mortes pela doença, ficando atrás de Três Lagoas, que já registrou cinco vítimas fatais. Em Rio Verde de Mato Grosso, dois casos foram confirmados. Já em Aquidauana, Inocência, Campo Grande, Porto Murtinho e Mundo Novo foram 1 em cada cidade.

SINTOMAS

Conforme os profissionais da Saúde, o vírus H1N1 causa os mesmos sintomas das outras versões do vírus da Gripe, ou seja, o paciente apresenta sintomas de febre alta, mal-estar, dores de cabeça, espirros constantes e tosse. Em alguns casos de H1N1, pode haver também dificuldade para respirar ou falta de ar.

Quando os sintomas aparecem, o aconselhável é procurar imediatamente a Unidade de Saúde mais próxima da residência do paciente para o diagnóstico médico e tratamento adequado.

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Caixa vai pagar auxílio emergencial a 805 mil novos beneficiários
NOTÍCIAS
CIEE registra aumento no número de vagas de estágio e aprendizagem
TRÁFICO DE DROGAS E DE MUNIÇÕES
Polícia apreende caminhão que seguia de MS para o RJ, com 3,9 toneladas de maconha, pistola e munições para fuzil
GERAL
Energia elétrica de inadimplentes pode ser cortada a partir de hoje