Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
NEGÓCIOS

MS quer ampliar vendas de grãos para o Irã

03 agosto 2020 - 13h30Por Portal do MS

Mato Grosso do Sul quer ampliar relação comercial com o Irã. As vendas de milho, carne bovina e soja para o país asiático, localizado no Oriente Médio, somaram 151 milhões de dólares só ano passado e podem crescer muito mais com estruturação logística de Porto Murtinho, feita pelo Governo do Estado.  

Em videoconferência nesta segunda-feira (3) com o embaixador iraniano em Brasília (DF), Hossein Gharibi, o governador Reinaldo Azambuja apresentou o modal hidroviário da região como uma nova opção logística para a partida e chegada de produtos. 

Como ambos os lados têm interesse na ampliação da parceria comercial, um encontro entre empresários brasileiros e iranianos será marcado ainda neste ano - com a Semagro (Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar) na organização. 

“Mato Grosso do Sul é o quinto parceiro comercial do Irã. Eles têm interesse em ampliar a aquisição de milho do Estado, que já é o principal produto comprado. Do outro lado, eles gostariam de aumentar as exportações através de fertilizantes”, destacou o titular da Semagro, Jaime Verruck.

O Irã tem grande demanda pelos produtos sul-mato-grossenses, condição que é vista como boa oportunidade de negócios pelo Governo do Estado. O Executivo ainda enxerga o país da Ásia como um caminho para a diversificação da base estadual de exportações.

"Uma das estratégias que o governador estabeleceu é a diversificação tanto dos produtos vendidos quanto dos destinos. Vamos tentar vender novos produtos e atingir novos países", pontuou o secretário. Hoje a China é o maior comprador de Mato Grosso do Sul.

O primeiro contato entre o Governo do Estado e a Embaixada do Irã foi articulado pelo deputado federal Beto Pereira, que também participou da reunião virtual. A aproximação cria um ponte entre os setores privados dos dois países, que pode resultar em negócios duradouros.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA
Bombeiro em Dourados morre durante acidente em Santa Catarina
INTERNACIONAL
TikTok move processo para tentar reverter banimento nos EUA
INTERNACIONAL
Museu sobre acidente nuclear de Fukushima abre suas portas
INTERNACIONAL
Protestos contra monarquia ganham força na Tailândia