Menu
Busca segunda, 15 de outubro de 2018
(67) 9.9973-5413
DE 2012 A 2017

Gastos com auxílio-doença em Ponta Porã passam de R$ 1 milhão

Nesse período, 319 pessoas foram afastadas do ambiente de trabalho

08 agosto 2018 - 14h45Por Luiz Guilherme

Entre os anos de 2012 e 2017, 319 trabalhadores foram afastados de suas funções e passaram a receber auxílio-doença, gerando aos cofres do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), de Ponta Porã, o gasto de R$ 1.755.105,31.

Os dados foram divulgados esta semana pelo Observatório Digital e Saúde no Trabalho. 
2012 foi o ano com mais afastamento (61), seguido de 2013 (58), 2015 (53), 2016 (50), 2014 (49), e 2017 (48).

O relatório apontou ainda uma lista com dez setores da economia onde ocorreram os maiores afastamentos. Em primeiro lugar estão os trabalhadores de abate (6,36%), criação de bovinos (5,30%), construção e transporte rodoviário de carga (4,95%) e no setor da construção civil (3,89%).

Acidentes 

Já no comparativo com os acidentes, em seis anos, 45 pessoas (14,24%), sofreram fratura na perna, incluindo o tornozelo, 44 fraturas ao nível do punho e mão (13,92%), 27 lesões no antebraço, ombro e braço (8,54%) e 20 no pé (6,33%).

 

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
“A democracia vai nos tirar dessa chuva ácida”, diz Ayres Britto
FATAL
Carreta passa em cima de motociclista, acidente fatal em Ponta Porã
GERAL
Vagões de carga que descarrilaram em MS são retirados de trilho e tráfego é liberado
FURTO
Moradores de Campo Grande chegam de viagem e encontram casas arrombadas e objetos furtados