Menu
Busca quinta, 27 de junho de 2019
SAÚDE

Hospital Regional de Ponta Porã promove 1° Simpósio de prevenção ao HIV/AIDS e Sífilis

11 dezembro 2018 - 16h00Por Da redação

O Hospital Regional Dr. José de Simone Netto realizou o primeiro Simpósio de prevenção ao HIV/AIDS e Sífilis, na semana passada. O evento foi realizado no Centro Internacional de Convenções de Ponta Porã e promovido em parceria com a Sociedade Brasileira de infectologia, Secretaria de saúde do município de Ponta Porã, Hemosul e Universidade Internacional Três Fronteras (Uninter).

O simpósio teve como objetivo integrar as ações do Dia Internacional de Luta contra a AIDS (1º de dezembro), promover a discussão e orientar as equipes de saúde e estudantes de medicina da fronteira sobre os protocolos de prevenção da transmissão do vírus HIV e sífilis.

De acordo com Boletim Epidemiológico de HIV/Aids lançado em celebração dos 30 anos do Dia Mundial de Luta contra a Aids, houve um crescimento de 10,7% no período de 2014 a 2017 no coeficiente de mortalidade em Mato Grosso do Sul, que passou de 5,6 para 6,2 óbitos por 100 mil habitantes.

Durante o simpósio, foram abordados assuntos como o novo perfil da doença no século XXI do HIV e Sífilis e dúvidas novas de doenças prevalentes, protocolos de doação de doação de sangue e índices epidemiológicos, gravidez, lactância e crianças nascidas de mães soropositivas, atualidades nos tratamentos profiláticos, tratamentos e prevenções e qualidade de vida do paciente soropositivo: “Convivendo com o vírus e de bem com a vida”.

“O intuito desse simpósio foi levantar novamente a bandeira da prevenção de HIV e sífilis, pois verificamos que essas doenças estão ficando cada vez mais prevalentes. Assim, existe uma preocupação quanto ao assunto, pois a população tem perdido o temor com a doença, uma vez que atualmente temos tratamentos e medicamentos efetivos. Por isso, nós decidimos realizar um evento que pudesse chamar atenção e orientar a todos. Convidamos médicos, enfermeiras e especialistas no assunto para explicar sobre a doença, e também disponibilizamos barracas com testes rápidos para os participantes do evento”, ressaltou a médica pediatra e diretora técnica do Hemosul, Patrícia Caetano.

De acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES), houve o aumento do índice de infestação da sífilis em gestantes no Mato Grosso do Sul. O Infectologista Pablo Custodio, ministrou uma das palestras do evento e alertou sobre o aumento de casos de sífilis no Estado.

 “Hoje abordamos a fisiopatologia do HIV, prevenção, tratamentos atuais e sobre a  sífilis. Colocamos no contexto os dados epidemiológicos da nossa região. Recentemente, tivemos um levantamento de vigilância epidemiológica que apontou o estado de Mato Grosso do Sul com maior incidência de sífilis em gestantes, por isso é importante focarmos em ações de prevenções e na nossa região”, explicou o médico.

Participaram do evento profissionais de saúde do município e estudantes de medicina da fronteira. Os palestrantes convidados fora o infectologista Pablo Custodio, a pediatra e diretora técnica do Hemosul, Patrícia Caetano, a infectologista Marcia Dal Fabbro, a diretora do programa de HIV/AIDS de Campo Grande, a enfermeira Sheila Zaleski e o enfermeiro mestre em infectologia e responsável pelo Hemosul de Ponta Porã, Maikon Resende.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
CCJ do Senado aprova texto que criminaliza abuso de autoridade
OPERAÇÃO KRIMOJ
Facção abrigava parentes de presos e ‘irmãos’ em casas e mansão na Capital
PONTA PORÃ
Polícia apreende caminhonete lotada com 1,3 tonelada de maconha
CONTRABANDO
Após fuga, casal que transportava R$ 90 mil em eletrônicos é capturado