Menu
Busca quarta, 16 de janeiro de 2019
(67) 9.9973-5413
INSTITUCIONAL TOPO
SAÚDE

Hospital Regional de Ponta Porã promove 1° Simpósio de prevenção ao HIV/AIDS e Sífilis

11 dezembro 2018 - 16h00Por Da redação

O Hospital Regional Dr. José de Simone Netto realizou o primeiro Simpósio de prevenção ao HIV/AIDS e Sífilis, na semana passada. O evento foi realizado no Centro Internacional de Convenções de Ponta Porã e promovido em parceria com a Sociedade Brasileira de infectologia, Secretaria de saúde do município de Ponta Porã, Hemosul e Universidade Internacional Três Fronteras (Uninter).

O simpósio teve como objetivo integrar as ações do Dia Internacional de Luta contra a AIDS (1º de dezembro), promover a discussão e orientar as equipes de saúde e estudantes de medicina da fronteira sobre os protocolos de prevenção da transmissão do vírus HIV e sífilis.

De acordo com Boletim Epidemiológico de HIV/Aids lançado em celebração dos 30 anos do Dia Mundial de Luta contra a Aids, houve um crescimento de 10,7% no período de 2014 a 2017 no coeficiente de mortalidade em Mato Grosso do Sul, que passou de 5,6 para 6,2 óbitos por 100 mil habitantes.

Durante o simpósio, foram abordados assuntos como o novo perfil da doença no século XXI do HIV e Sífilis e dúvidas novas de doenças prevalentes, protocolos de doação de doação de sangue e índices epidemiológicos, gravidez, lactância e crianças nascidas de mães soropositivas, atualidades nos tratamentos profiláticos, tratamentos e prevenções e qualidade de vida do paciente soropositivo: “Convivendo com o vírus e de bem com a vida”.

“O intuito desse simpósio foi levantar novamente a bandeira da prevenção de HIV e sífilis, pois verificamos que essas doenças estão ficando cada vez mais prevalentes. Assim, existe uma preocupação quanto ao assunto, pois a população tem perdido o temor com a doença, uma vez que atualmente temos tratamentos e medicamentos efetivos. Por isso, nós decidimos realizar um evento que pudesse chamar atenção e orientar a todos. Convidamos médicos, enfermeiras e especialistas no assunto para explicar sobre a doença, e também disponibilizamos barracas com testes rápidos para os participantes do evento”, ressaltou a médica pediatra e diretora técnica do Hemosul, Patrícia Caetano.

De acordo com dados da Secretaria de Estado de Saúde (SES), houve o aumento do índice de infestação da sífilis em gestantes no Mato Grosso do Sul. O Infectologista Pablo Custodio, ministrou uma das palestras do evento e alertou sobre o aumento de casos de sífilis no Estado.

 “Hoje abordamos a fisiopatologia do HIV, prevenção, tratamentos atuais e sobre a  sífilis. Colocamos no contexto os dados epidemiológicos da nossa região. Recentemente, tivemos um levantamento de vigilância epidemiológica que apontou o estado de Mato Grosso do Sul com maior incidência de sífilis em gestantes, por isso é importante focarmos em ações de prevenções e na nossa região”, explicou o médico.

Participaram do evento profissionais de saúde do município e estudantes de medicina da fronteira. Os palestrantes convidados fora o infectologista Pablo Custodio, a pediatra e diretora técnica do Hemosul, Patrícia Caetano, a infectologista Marcia Dal Fabbro, a diretora do programa de HIV/AIDS de Campo Grande, a enfermeira Sheila Zaleski e o enfermeiro mestre em infectologia e responsável pelo Hemosul de Ponta Porã, Maikon Resende.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BIG BROTHER BRASIL
BBB19 começa hoje: teóricos analisam perfil 'polarizado' de candidatos
ECONOMIA
Dólar tem leve alta e fecha terça-feira cotado a R$ 3,72
GERAL
Justiça de Portugal arquiva extradição de investigado na Lava Jato
HOMICÍDIO
Homem é executado a tiros na fronteira