Menu
Busca quarta, 19 de dezembro de 2018
(67) 9.9973-5413
BANNER 1
CONTAS

Reajuste do STF vai impactar folha do Estado em R$ 110 milhões, diz Azambuja

08 dezembro 2018 - 07h22Por Da Redação, com informações do Correio do Estado

O efeito cascata do reajuste dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) deve refletir na folha de pagamento de Mato Grosso do Sul. Segundo o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), só de reajuste, o aumento deve ser de R$ 110 milhões por ano.

“Cria uma preocupação enorme para nós, pois quando for implantado, aumenta na folha do Estado R$ 8,9 milhões por mês”, disse Azambuja.

A afirmação foi feita na tarde de sexta-feira, durante agenda pública na Associação de Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomassul).

O governador também se disse preocupado pois, segundo ele, começará 2019 já no teto do limite de gastos com pessoal.

“Acho que foi uma loucura do Supremo votar isso num momento de restrição fiscal. Os estados estão sem recursos, os municípios também. Aí se aumenta despesa com pessoal que tem os maiores salários, acaba impactando as contas públicas. Mais um problema para ser resolvido”, finalizou o governador.

Reajuste

O presidente Michel Temer sancionou o projeto de lei que reajusta em 16,38% o salário dos ministros do STF. A medida foi publicada no dia 27 de novembro, no Diário Oficial da União.

Dessa foram, os salários dos ministros da Suprema Corte passa dos atuais R$ 33,7 mil para R$ 39,3 mil.

A medida gera um efeito cascata nos demais poderes e nos tribunais estaduais, cujo impacto calculado por técnicos do Senado e da Câmara é de cerca de R$ 4 bilhões por ano.

Em Mato Grosso do Sul, com base nos salários do STF, já foram reajustados os salários dos procuradores de justiça do Ministério Público Estadual, fixados em 90,25% dos vencimentos dos ministros do Supremo, que corresponde a 35,4 mil. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Em 2017, apenas 2,5% dos cursos de graduação tiveram nota máxima
EMPREGO
Funtrab recadastra indígenas para trabalhar na colheita de maçã em SC e RS
MATO GROSSO DO SUL
Deputados aprovam salário de R$ 35,46 mil ao governador do Estado
ECONOMIA
Produção industrial de MS segue em elevação no mês de novembro