Menu
Busca quarta, 14 de novembro de 2018
(67) 9.9973-5413
GERAL

Setores Rural e Empresarial já contrataram R$ 1,062 bilhão do FCO para investimentos em MS

Outros R$ 485 milhões em solicitações de financiamento do FCO encontram-se em tramitação no agente financeiro do Fundo aguardando aprovação para liberação

13 julho 2018 - 11h00Por Da redação

De janeiro a julho de 2018, os setores rural e empresarial já firmaram contratos de empréstimo no valor de R$ 1.062.917.000 em recursos do Fundo Constitucional de Desenvolvimento do Centro-Oeste (FCO) para a realização de investimentos em Mato Grosso do Sul. O valor já representa praticamente a metade dos R$ 2,219 bilhões do FCO disponíveis para o Estado neste ano.

Do total de empréstimos já contratados, R$ 803.610.634 são do setor rural e R$ 259.307.994 do setor empresarial. Outros R$ 485 milhões em solicitações de financiamento do FCO encontram-se em tramitação no agente financeiro do Fundo aguardando aprovação para liberação.

As informações foram apresentadas pelo Banco do Brasil em reunião do CEIF/FCO (Conselho Estadual de Investimentos Financiáveis pelo FCO) realizada ontem (12), na Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico Produção e Agricultura Familiar (Semagro). Além do balanço das contratações, os membros do CEIF/FCO aprovaram as solicitações para investimentos no valor der R$ 103.800.089,91 em Mato Grosso do Sul.

O CEIF é responsável pela aprovação de cartas-consulta e gerenciamento dos recursos do FCO em Mato Grosso do Sul e tem como membros natos o titular da Semagro, na qualidade de presidente; dos titulares das Secretarias de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast) e de Infraestrutura (Seinfra); da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) e do Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul).

O Conselho tem, ainda, como membros convidados, representantes da Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul (Famasul); da Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (Fiems); Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso do Sul (Fecomércio); do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas de Mato Grosso do Sul (Sebrae-MS) e da Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras Assalariados Rurais do Estado de Mato Grosso do Sul (Fettar-MS).

Deixe seu Comentário

Leia Também

PARAGUAI
Advogada executada na fronteira ameaçava autoridades, afirma jornal paraguaio
POLÊMICA
Temer diz que decidirá “lá na frente” reajuste de ministros do STF
MAIS PRAZO
Receita prorroga adesão ao Refis Rural para 28 de dezembro
ECONOMIA
Desemprego é maior entre nordestinos, mulheres e negros, divulga IBGE