Menu
Busca terça, 26 de janeiro de 2021

Ação da PF investiga envio de armas de MS para presídio de São Paulo

Investigação concentrou-se na fronteira com o Paraguai, braço da organização criminosa, que contrabandeava drogas e armas para distribuição em São Paulo e outros Estados

30 maio 2012 - 08h15Por Campo Grande News
Operação da PF (Polícia Federal), deflagrada nesta terça-feira (29), contra organização criminosa que atua em presídios paulistas, cumpriu mandados de prisão, busca e apreensão em Mato Grosso do Sul, nas cidades de Dourados e Ponta Porã.

A investigação concentrou-se na fronteira com o Paraguai, braço da organização criminosa, que contrabandeava drogas e armas para distribuição em São Paulo e outros Estados.

Segundo a PF, há evidências de que o grupo recebia ordens diretas da cúpula. O inquérito aponta ainda que o bando contava com ação de vários intermediários e uma rede de colaboradores.

Além das armas, o grupo transportava drogas em caminhões e veículos menores. Só hoje pela manhã foram apreendidos 22 quilos de maconha, 8 quilos de cocaína, uma pistola 9 mm, munição de calibre restrito e produtos químicos utilizados para o refino de cocaína nos municípios de Dourados e Ponta Porã

Os envolvidos, segundo a Polícia Federal, vão responder pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para o tráfico, com penas de até 25 anos de prisão.

A operação, denominada “Leviatã”, cumpriu na manhã desta terça-feira 16 mandados de prisão. Um foragido da justiça estadual foi recapturado; nove estão foragidos.

No total, a 4ª vara criminal da Justiça Federal de São Paulo expediu 25 mandados de prisão temporária e 7 mandados de busca e apreensão na Capital Paulista, e no interior de Mato Grosso do Sul.

A pedido da Polícia Federal, a justiça realizou ainda o bloqueio de 128 contas bancárias por terem sido identificadas como de uso da facção criminosa e o sequestro de 1 imóvel.

Início - As investigações da operação começaram em outubro de 2010. Foram realizadas 29 ações policiais que resultaram na prisão, em flagrante, de 48 pessoas e na apreensão de 270 quilos de cocaína, cerca de 2 toneladas de maconha, além de R$ 130 mil 30 veículos, 29 fuzis, 13 pistolas, 3 granadas, 1 rifle e 3.001 mil projéteis para armas de calibre restrito.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Insumos para a CoronaVac devem chegar até o dia 3 de fevereiro
ECONOMIA
Estoque do Tesouro Direto cresce 5,13% e vai para R$ 62,70 bilhões
MS
Presidente da ALEMS assume o Governo do Estado até dia 30
EDUCAÇÃO
MEC institui plataforma virtual para avaliar planos de educação