Menu
Busca quinta, 01 de outubro de 2020
FUGA EM MASSA

MS reforça policiamento em cidades e estradas após fuga em penitenciária na fronteira com o Paraguai

De acordo com a Sejusp, policiamento de todo o estado foi mobilizado para reforçar segurança na fronteira. Cerca de 75 presos estão foragidos.

19 janeiro 2020 - 14h00Por G1MS

Cerca de 75 presos da Penitenciária de Pedro Juan Caballero, na fronteira do Paraguai com Mato Grosso do Sul, fugiram na manhã deste domingo (19), segundo a polícia paraguaia. Entre os foragidos estão integrantes de uma facção criminosa brasileira, o que deixou em alerta as autoridades sul-mato-grossenses.

De acordo com a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), a fuga teria acontecido após a escavação de um túnel em uma das celas da penitenciária, por volta das 5h da manhã, horário de Mato Grosso do Sul. Desde então, a secretaria está em contato com as autoridades paraguaias. O policiamento urbano em Ponta Porã, cidade fronteiriça, foi reforçado com equipes da Polícia Militar e da Polícia Civil.

Também foram acionadas as polícias Rodoviária Estadual e Federal, que intensificaram o policiamento, além do Departamento de Operações de Fronteira (DOF), fazendo patrulhas para a recaptura dos fugitivos. Um helicóptero da polícia faz monitoramento para auxiliar nas buscas. Equipes do GARRA, Bope e Batalhão de Choque também devem reforçar o policiamento na fronteira ainda neste domingo.

Os nomes dos foragidos ainda não foram confirmados pela polícia paraguaia. Segundo o secretário da Sejusp de Mato Grosso do Sul, Antônio Videira, a superintendência de inteligência do estado já conta com vários agentes na região, constantemente em contato com os paraguaios. Ele também confirmou que o policiamento foi reforçado também em Dourados, maior cidade da região e possível destino de fugitivos.

 

Jornais paraguaios levantaram a suspeita de que a fuga tenha sido facilitada por agentes. Videira, porém, afirma que as circunstâncias ainda serão apuradas e confirmadas oficialmente pelas autoridades paraguaias. Ainda de acordo com o secretário da Sejusp, os presos recapturados no Brasil estarão à disposição da justiça paraguaia para maiores esclarecimentos. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Projeções no setor siderúrgico melhoram, mas ano deve fechar com queda
LADÁRIO
Operação da Polícia Civil prende nove fugitivos do sistema penal
NOTÍCIAS
Ligar para o Plantão Judiciário garante mais celeridade na análise de petições
ECONOMIA
Ipea projeta inflação sob controle e recessão menor