Menu
Busca quarta, 12 de agosto de 2020

Crimes de falsificação de documento por Paraguaios continuam em PP

27 setembro 2011 - 08h25
Terça-feira 27 de Setembro de 2.011 - 08h25min

Crimes de falsificação de documento por Paraguaios continuam em PP

Mercosulnews

Os crimes de falsidade ideológica cometidos por paraguaios continuam em Ponta Porã. Na semana passada, foram presos dois estrangeiros, com mais de 50 anos, que portavam documentos de brasileiros na tentativa de conseguirem o documento de Registro Geral, o RG, no posto de identificação da polícia civil da cidade.
No final da manhã da segunda-feira (26), foi preso mais um paraguaio, desta vez um jovem de 18 anos que tentava fazer o RG no mesmo local. A intenção do jovem era conseguir documentos para servir o Exército Brasileiro.

Segundo o delegado da polícia civil de Ponta Porã, Odorico Mesquita, estes estrangeiros são aliciados por uma quadrilha que vendem a segunda via de documentos de brasileiros, com a finalidade de adquirir documentos no Brasil e desta forma se legalizar e gozarem dos benefícios governamentais que o país oferece.

Porém, de acordo com o delegado Mesquita, esta prática de fraude é impossível de realizar, devido a tecnologia do software “AFIS”, que a polícia civil utiliza para verificar e comparar a autenticidade das impressões digitais que são únicas.

Este programa é um sistema de identificação digital automatizado. Por meio dele, instantaneamente, identifica-se o indivíduo com base em suas impressões digitais. A utilização deste software pela polícia tem o objetivo de coibir a falsificação de documentos e tem dado resultado.

Os estrangeiros detidos por este crime de falsidade ideológica, segundo o delegado, são de Antônio João e Sanga Puitã. A pena para este tipo de crime é de um a cinco anos de reclusão. De acordo com Mesquita, os aliciadores que vendem os documentos a estes estrangeiros já foram identificados, mas ainda não foram presos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Congresso marca três reuniões para analisar todos vetos presidenciais
MATO GROSSO DO SUL
Governo divulga resultado preliminar de processo seletivo para área da saúde
GERAL
Anvisa quer reforçar medidas contra covid-19 em aeroportos e aeronaves
ANTÔNIO JOÃO
Polícia Civil prende foragido da justiça procurado pela prática de falsidade ideológica