Menu
Busca sexta, 23 de outubro de 2020
Fronteira

Dólar em alta derruba em 60% movimento de lojas na fronteira

22 janeiro 2016 - 08h15
O valor do dólar em disparada ao longo de janeiro, fechando a R$ 4,16 ontem, faz os empresários da fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai enfrentarem um início de ano atípico, com queda no movimento que chega a 60% para alguns setores. Para driblar a situação, os comerciantes recorrem a medidas para enxugar os custos e a Associação Comercial de Ponta Porã organiza campanha para atrair os turistas.

Somente ontem o dólar subiu quase 1,5% em relação ao real e fechou no maior nível na história, após o Banco Central manter os juros básicos em 14,25 % em meio a profundas dúvidas sobre a comunicação e a estratégia da política monetária.

O dólar avançou 1,47%, a R$ 4,166 na venda, superando a máxima histórica de fechamento anterior de R$ 4,1461, alcançada em 23 de setembro do ano passado. A moeda norte-americana atingiu R$ 4,1737 na máxima da sessão, maior cotação intradia desde o recorde histórico de 4,2491 reais, atingido em 24 de setembro de 2015. [Correio do Estado]

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Resgates superam investimentos no Tesouro Direto em R$ 168,48 milhões
EDUCAÇÃO
Censo mostra que ensino a distância ganha espaço no ensino superior
ECONOMIA
Contas externas têm em setembro sexto mês seguido de saldo positivo
INTERNACIONAL
Brasil e outros 31 países assinam declaração sobre saúde da mulher