Menu
Busca sábado, 04 de julho de 2020

Em ação da PF de MS, brasileiro é encontrado na Bolívia e expulso

Em ação da PF de MS, brasileiro é encontrado na Bolívia e expulso

04 dezembro 2015 - 10h30Por G1
Um brasileiro, envolvido em uma quadrilha especializada em contrabando e descaminho, foi localizado na Bolívia, expulso do país vizinho e preso, segundo informou a Polícia Federal. A operação, nomeada Trapos, foi deflagrada nesta quinta-feira (3) em Mato Grosso do Sul e São Paulo.

De acordo com a PF, dos 12 mandados de prisão preventiva, oito já foram cumpridos. Além disso, dos 15 mandados de condução coercitiva, 12 foram cumpridos pelos federais. Já os 21 mandados de busca e apreensão, todos foram concluídos pela polícia.

Ao G1, a PF também informou que o servidor da Receita Federal, apontado como quem facilitava no esquema, foi preso.

Os mandados estão sendo cumpridos em Corumbá (MS), Dourados (MS), Campo Grande, São Paulo, Birigui (SP), Araçatuba (SP), Sorocaba (SP) e Penápolis (SP).

Quadrilha

Conforme a PF, o grupo se especializou na importação clandestina de mercadorias da Bolívia para vender em cidades de Mato Grosso do Sul e de São Paulo. Brasileiros, bolivianos e equatorianos integram a organização criminosa e estão sediados principalmente em Corumbá e Birigui.

Durante a investigação, oito pessoas foram presas em flagrante e 20 toneladas de mercadorias contrabandeadas ou descaminhadas foram apreendidas. As mercadorias foram encontradas em uma espécie de cortiço que funcionava como um comércio. O valor total da carga está estimado em R$ 1.750.000, de acordo com a PF. Além disso, 700 pássaros silvestres de origem peruana também foram apreendidos.

Os investigados foram indiciados por associação criminosa, contrabando, descaminho, facilitação ao contrabando e descaminho, prevaricação, corrupção ativa, falsidade ideológica e tráfico internacional de animais.
A 1ª Vara Federal de Corumbá determinou a suspensão das atividades de uma empresa transportadora e de um servidor da Receita Federal.
Ao todo, 110 policiais federais e servidores da Receita Federal atuam na operação Trapos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Caixa volta a realizar sorteios da Loteria Federal hoje
HOMICÍDIO
Boliviano mata amigo a facadas após terem passado o dia bebendo juntos: 'Nunca havia matado ninguém'
POLÍTICA
Presidente sobrevoa áreas afetadas por ciclone em Santa Catarina
INTERIOR
Polícia apreende "arsenal de guerra" que iria abastecer criminosos da fronteira