Menu
Busca terça, 11 de agosto de 2020

Homem de 38 anos comete suicídio em Amambai

03 outubro 2011 - 14h30
Mais uma pessoa de suicida em Amambai

Agazetanews

Valdecir dos Santos Maurício, de 38 anos, o “Cisinho” como era conhecido entre os familiares e os amigos, cometeu suicídio no início da noite desse domingo (2) em Amambai.

Segundo o Corpo de Bombeiros, que socorreu o rapaz, Cisinho teria usado um fio amarrado em uma travessa dentro de sua própria residência, situada na região do Conjunto Habitacional Alcindo Franco Machado, para se enforcar.

Acionados, os bombeiros ainda chegaram a encaminhar o rapaz para o Pronto Socorro do Hospital Regional de Amambai onde a equipe médica de plantão tentou por vários minutos reanimá-lo.

Valdecir dos Santos Mauricio, que é irmão do assessor de gabinete e presidente do Conselho Comunitário de Segurança de Amambai, Rozenaldo dos Santos Maurício, vinha lutando contra seqüelas deixadas por conta de um acidente de moto que havia sofrido no primeiro semestre do ano passado (2010) em Amambai.

Na época, após sair da empresa na qual trabalhava, a moto que Valdecir conduzia acabou se chocando contra uma carreta estacionada na rua. Chovia no momento do acidente e Cisinho teve a visão prejudicada.

No acidente o rapaz sofreu forte pancada na cabeça. Cisinho chegou a ficar vários dias em estado grave em uma UTI (Unidade te Terapia Intensiva) em uma unidade com maiores recursos médicos fora da cidade e ao receber alta voltou para Amambai onde ainda passava por processo de recuperação com a ajuda da família, que sempre esteve à seu lado e está completamente chocada com o acontecido da tarde desse domingo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Congresso marca três reuniões para analisar todos vetos presidenciais
MATO GROSSO DO SUL
Governo divulga resultado preliminar de processo seletivo para área da saúde
GERAL
Anvisa quer reforçar medidas contra covid-19 em aeroportos e aeronaves
ANTÔNIO JOÃO
Polícia Civil prende foragido da justiça procurado pela prática de falsidade ideológica