Menu
Busca terça, 29 de setembro de 2020

Indígena é morto em MS e principal suspeito é 'ficante' de ex-namorada

Indígena é morto em MS e principal suspeito é 'ficante' de ex-namorada

21 dezembro 2015 - 10h15Por G1
Um indígena de 18 anos foi morto na noite desse sábado (19) na aldeia Bororó, em Dourados. Segundo a Polícia Civil, ele foi encontrado debaixo de uma árvore, com uma corda amarrada no pescoço. Os principais suspeitos de cometer o crime são a ex-namorada, o parceiro dela, e outro jovem.

Segundo relatos da polícia, havia uma corda amarrada à árvore, mas não era do mesmo tipo da corda que estava no pescoço do jovem. Além disso, os policiais constataram que havia arranhões no pescoço da vítima, o que indica que ele lutou tentando não ser asfixiado.

Ainda conforme boletim de ocorrência, o jovem recebia constantes ameaças da ex-namorada. Ela queria reatar o relacionamento, mas ele não aceitava. A vítima dizia que sabia que a garota estava "ficando" com outro indígena.

Testemunhas contaram à polícia que viram o novo parceiro da garota indo até a casa onde a vítima foi morta, levando a mesma corda que estava amarrada no pescoço da vítima. Testemunhas ainda disseram que a jovem teria armado um plano para matar o ex-namorado, com a participação de outro jovem.

Segundo a polícia, o trio fugiu da aldeia. Eles levaram a bicicleta da vítima e R$ 50. A corda usada na morte do indígena foi levada à perícia, e o caso foi registrado como homicídio qualificado pela traição, de emboscada, ou mediante dissimulação ou outro recurso que dificulte ou torne impossível a defesa do ofendido.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ELEIÇÕES 2020
Mais de 7 mil urnas eletrônicas serão usadas em Mato Grosso do Sul
ECONOMIA
Caixa fala sobre datas do Auxílio Emergencial Extensão
ROTA BIOCEÂNICA
Escolhida empresa que fará projeto do acesso à ponte do rio Paraguai
CRIME AMBIENTAL
Polícia Militar Ambiental autua infrator por desmatamento e exploração de madeira ilegalmente descobertos por imagem de satélite e orienta produtores rurais