Menu
Busca sexta, 18 de setembro de 2020

Na madrugada desta segunda-feira, ladrões explodiram terminal que fica em posto de combustível

Na madrugada desta segunda-feira, ladrões explodiram terminal que fica em posto de combustível

30 janeiro 2012 - 14h00
Campograndenews


O caixa eletrônico do Bando do Brasil explodido na madrugada desta segunda-feira (30), no bairro Nova Bandeirantes, já foi alvo de bandidos duas vezes anteriores. Na ação de hoje, o terminal eletrônico ficou destruído.

No dia 3 de julho do ano passado, bandidos renderam dois funcionários do posto, que fica no cruzamento da avenida Ernesto Geisel com a Manoel da Costa Lima, e arrombaram o equipamento. Além de arrombar, os ladrões atearam fogo no caixa. A quantia roubada não foi divulgada pela Polícia.

Segundo o gerente do posto, que não quis se identificar, há um mês, assaltantes, usando maçaricos, tentaram abrir o caixa. Na ocasião, eles conseguiram abrir um buraco no terminal, mas não levaram o dinheiro.

No assalto de hoje, por volta das 4h30, dois homens chegaram no local, renderam o vigia e o trancaram no banheiro. Em seguida, montaram os explosivos e explodiram o caixa.

Com a explosão, a porta de ferro do terminal foi lançada cerca de 20 metros de distância. A sala onde estava o terminal ficou destruída. A explosão também danificou um salão de beleza, vizinho da sala.

Os bandidos fugiram do posto levando parte do dinheiro do caixa.

A Polícia ainda não identificou o tipo de explosivos usados pelos bandidos. De acordo com o delegado do Garras (Grupo Armado de Repressão e Resgate a Assaltos e Sequestros), Roberval Cardoso, esta é quarta ação envolvendo explosivos registrada em Mato Grosso do Sul. Segundo ele, agindo da mesma maneira, bandidos tentaram arrombar caixas nos municípios de Ladário, Itaquiraí e Coxim.

Porém, conforme o delegado, nas cidades do interior, os equipamentos não foram explodidos. Roberval Cardoso acredita que os bandidos que utilizam este tipo de mecanismo são de outros estados.

Conforme o delegado, os assaltantes possuem técnicas que conseguem manipular o sensor de segurança que monitoram os terminais e os equipamentos acabam não gravando imagens da ação. “ Eles vão a ao local antes e isolam o sensor. Quando acaba o acesso ao caixa, eles vão e executam o roubo sem o alarme disparar”, explicou.

O Garras ficará responsável por investigar o caso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Governo do Estado convoca mais 252 agentes penitenciários
BRASIL
Semana Nacional de Trânsito começa hoje em todo o país
INTERNACIONAL
Covid-19 tem mais de 30 milhões vítimas em todo o mundo
TEMPO
Sexta-feira de calor intenso em boa parte de Mato Grosso do Sul