Menu
Busca quarta, 08 de julho de 2020
CRIME AMBIENTAL

Polícia Militar Ambiental de Jardim autua infrator em R$ 5 mil por derrubada de matas ciliares para desviar água do rio Nioaque para sua chácara

30 junho 2020 - 09h00Por PM-MS

Policiais Militares Ambientais de Jardim realizavam fiscalização preventiva à pesca predatória no rio Nioaque, onde a pesca é proibida, e encontrou uma atividade de degradação de matas ciliares do rio, que é de preservação permanente (APP) e protegida por lei.

No local, no município de Nioaque, a 10 km da cidade, os Policiais verificaram ontem (29) à tarde, que o proprietário derrubou vegetação de matas ciliares do rio e fez uma escavação de 15 metros da área protegida, implantando canos para retirar água do rio Nioaque para sua chácara. Tudo era realizado sem autorização ambiental.

As atividades foram interditadas. O infrator (46), residente Nioaque, foi autuado administrativamente e foi multado de R$ 5.000,00. Ele também responderá por crime ambiental, com pena prevista de um a três anos de detenção e foi notificado a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS - (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE
Polícia Militar Ambiental captura jiboia de quase três metros nas obras do Aquário do Pantanal
TRAGÉDIA
Colisão entre van e carreta mata 3 pessoas e deixa uma ferida na MS-040
TEMPO
Chuva muda o clima em grande parte do Estado a partir desta quarta-feira
CAMPO GRANDE
Polícia Militar Ambiental e Bombeiros resgatam anta de piscina em chácara próxima ao aeroporto Santa Maria pela terceira vez