Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020

Suspeitos de latrocínio de estudante são mortos em confronto com a polícia

Suspeitos de latrocínio de estudante são mortos em confronto com a polícia

30 dezembro 2015 - 10h30Por Correio do Estado
Dois suspeitos de envolvimento no latrocínio (roubo seguido de morte) do estudante Thiago da Cruz Viçosa Martins, de 24 anos, foram mortos em confronto com policiais militares do Batalhão de Choque, na manhã desta quarta-feira (30), em imóvel, localizado na Rua João Paulo Machado, no Bairro Aero Rancho, em Campo Grande.

De acordo com informações do capitão Rocha, equipe recebeu denúncia de que suspeitos na morte do jovem, que ocorreu na noite de sábado (26), estavam no endereço e, durante abordagem, houve reação e troca de tiros. Dois que estavam armados acabaram baleados, foram socorridos, mas morreram em hospital.

No imóvel havia um terceiro criminoso que foi preso. Dois revólveres foram apreendidos. A identificação deles ainda não foi divulgada pela polícia. A reportagem do Portal Correio do Estado acompanha o caso.

O LATROCÍNIO

Thiago da Cruz Viçosa Martins, de 24 anos, foi assassinado com um tiro no peito ao reagir a assalto, na noite de sábado (26), na Rua Tenente Antônio João Ribeiro, esquina com a Rua Senador Queiroz, no Bairro Coophamat, na Capital.

Ele estava com um amigo que contou que ao serem surpreendidos pelos ladrões, Thiago disse que se quisessem podiam atirar, pois não entregaria nada. E, acabou levando um tiro no peito.

Thiago, que era estudante de história da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e frequentava a igreja Jesus Cristo dos Santos dos Últimos dias, morreu na Santa Casa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Comerciante morre em acidente na MS-276
BRIGA
Por conta de dívida, homem e mulher brigam no meio da rua e arremessam um contra o outro blocos de concretos e garrafas
GERAL
Pedidos de educação indígena aumentaram 500%, afirma Funai
POLÍTICA
Campanha das eleições municipais começa neste domingo