Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020

Presidente do PC do B comunica à bancada saída de Orlando Silva

Presidente do PC do B comunica à bancada saída de Orlando Silva

26 outubro 2011 - 16h10
Folha.com

Em reunião com deputados e senadores do PC do B, o presidente do partido, Renato Rabelo, informou que o ministro Orlando Silva (Esporte) decidiu pedir demissão do cargo, o que já foi comunicado em conversa mais cedo ao ministro Gilberto Carvalho e será oficializado à presidente Dilma Rousseff num encontro às 17h30.

A reunião dos parlamentares durou cerca de três horas. Ao final, Rabelo pediu à imprensa que aguardasse o encontro com a presidente Dilma, quando o partido espera ser informado se permanece com a pasta.


O partido decidiu na reunião que irá continuar defendendo o ministro das acusações de corrupção na pasta. Segundo um interlocutor da legenda, "a pessoa física" Orlando terá o apoio do partido.

"Vamos continuar na defesa dele, o que foi feito com ele é inaceitável", disse o líder na Câmara, Osmar Júnior (PC do B-PI). As denúncias que envolvem o ministro também atingem o partido. Dinheiro do programa Segundo Tempo, tocado pelo Esporte, teria sido desviado para o ministro e o caixa da legenda. Ambos negam.

Ontem, em reunião na casa do deputado Aldo Rebelo (PC do B-SP), a bancada do partido na Câmara já havia chegado a conclusão de que a situação de Orlando se tornou insustentável depois do Supremo Tribunal Federal ter autorizado a abertura de investigação contra o ministro e de a Folha ter revelado que o ministro assinou documento beneficiando uma ONG acusada de desviar dinheiro da pasta.

Rebelo é um dos nomes cotados para assumir o ministério. "Eu não consegui nem ser ministro do TCU, que dirá ministro do governo", despistou. Recentemente, ele perdeu uma eleição para ministro do tribunal de contas. Outros cotados são: Flávio Dino (PC do B-SP) e Luciana Santos (PC do B-PE). Na reunião não se tratou de nomes, segundo participantes.

A decisão final de Orlando de deixar a pasta foi anunciada aos líderes do PC do B durante café da manhã nesta quarta-feira. Foi nessa ocasião que ele colocou sua posição e informou que escreveria uma carta se desligando do governo. O ministro postou em seu twitter que estava almoçando com sua mãe que faz aniversário nesta quarta.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Celso de Mello antecipa aposentadoria do STF
CAARAPÓ
Policiais civis prendem jovem e comparsa suspeitos de tráfico de drogas
ECONOMIA
Febraban prevê que carteira de crédito deve subir 11,6% em agosto
CRIME AMBIENTAL
Polícia Militar Ambiental de Batayporã prende e autua quatro em R$ 8,4 mil por pesca predatória e apreende 139 kg de pescado, dois barcos, dois motores e petrechos