Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020

Agraer promove intercambio sobre bovinocultura de leite em assentamentos da reforma agrária

30 dezembro 2015 - 10h15Por Agraer
A Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) realizou no Assentamento Sete de Setembro, em Terenos, o intercâmbio sobre Bovinocultura de Leite. O assentamento existe há seis anos e foi criado pelo Programa Nacional de Reforma Agrária do Governo Federal, por meio do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária).

O intercâmbio técnico e produtivo foi o primeiro evento a ser realizado dentro do Núcleo Operacional Piúva V, composto pelos assentamentos Areias (Nioaque), Piúva V (Dois Irmãos do Buriti), Ouro Branco e Sete de Setembro (ambos de Terenos), estabelecido pelo Incra.

A ideia de promover o evento partiu de uma visita feita pelo coordenador regional de Campo Grande, Paulo Márcio Vieira, às duas propriedades, ao lado do gestor de Desenvolvimento Agrário, Antonino Hypólito Dias Neto.

Os assentados acompanharam passo a passo como as duas propriedades foram se desenvolvendo ao longo do tempo. Primeiramente levantaram-se os anseios produtivos das famílias, logo após foi realizado um planejamento com metas de produção diárias de litros de leite, abordando a composição do rebanho, alimentação na safra com pastagens e na entressafra com cana-de-açúcar. Em seguida, principiou as boas práticas agropecuárias, como recuperação de áreas degradadas e manejo intensivo a pasto.

A primeira propriedade a ser visitada pelos participantes foi o Sítio Fortaleza da família do Sr. Haroldo Barcelos Martins, juntamente com sua esposa Josefa da Silva Martins e sua filha Luciana Martins, todos atuante na atividade desenvolvida, ressaltando que os mesmos trabalhavam em propriedades rurais destinadas a Bovinocultura de Corte, mas com objetivos de desenvolverem atividade leiteira autossustentável no lote.

A família possui rebanho com genética apurada para produção de leite, portanto a alimentação não estava compatível para os mesmos, através da correção da dieta alimentar, foi possível atingir picos produtivos de até 480 litros de leite por dia, mas obtendo uma média anual de 370 litros.

Já na segunda propriedade, filhos de assentados os proprietários da Chácara RW, Elton Carlos da Silva Santos e sua esposa Marta Tobias de Lima, conseguiram dobrar a produção com o mesmo rebanho, sem raça definida, tendendo para a produção de carne.

De acordo com o testemunho do produtor, a produção de leite no verão atingia até 50 litros, no período de estiagem interrompia a produção, pois os animais estavam debilitados pela falta de alimentação adequada. Atualmente, no inverno produz a mesma quantia do verão, no entanto na época das águas alcançou até 120 litros. Fator que contribui para esse aumento de produção foi a resposta do rebanho para a nova dieta alimentar. O rebanho no mínimo dobrou a produção, em alguns casos animais aumentaram a produção de 7 para 20 litros.

Os participantes puderam acompanhar as mudanças ocorridas na propriedade através da apresentação feita pelo gestor Antonino e depoimentos dos anfitriões durante o evento, os próprios compartilharam suas histórias de vida, os sofrimentos e superações até chegar onde estão. Todavia diante dos relatos, os proprietários, participantes e servidores da Agraer se emocionaram com que foi demonstrado.

Em uma propriedade seja ela pequena, média ou grande a atividade leiteira requer muita dedicação. O trabalho com o leite une as famílias que se empenha para fazer sempre o melhor, a Agraer desempenha um papel fundamental a esses produtores, com isso acaba tornando-se indispensável à assistência técnica aos assentados e os resultados deste acompanhamento é o que podemos vivenciar neste intercâmbio.Participaram do intercâmbio os gestores/técnicos/colaboradores/pesquisadores da Agraer: Antonino Hypólito Dias Neto, Paulo Márcio Vieira, José Carlos Gasperoni, Vitor Correa, Danilo Tostes, Fernanda Mattosinho, Vidomar Neto, Alexandre Cabral, Milton Silvestre, Nino Rodrigo, Marisa Heiji, Antonio Heiji, Valdemir Soares, Aldivino Lelis.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Taxa média de juros para famílias cai, diz Banco Central
MS
Termina nesta quarta-feira prazo para quitação de licenciamento para placas final 9
MEIO AMBIENTE
Chamas voltam a atingir Serra do Amolar, em Mato Grosso do Sul
MS
Governo simplifica emissão de certidões negativas de débitos pela Sefaz e PGE