Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020

PRF's ameaçam greve após recusa de proposta do governo

23 dezembro 2015 - 11h00Por Dourados News
Após o MPOG (Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão) apresentar na segunda-feira (21) a mesma proposta feita no início da Campanha Salarial ao conjunto dos servidores federais, de 27,9% de aumento parcelado em quatro anos à Federação Nacional dos Policiais Rodoviários Federais (FenaPRF), os servidores rejeitaram a medida por unanimidade durante assembleia realizada na terça-feira (22).

A mesma proposta feita pela Secretaria de Relações do Trabalho do MPOG às demais Carreiras Típicas de Estado prevê que o aumento de 27,9% seja feito da seguinte forma: 5,5% em agosto de 2016, 6,99% em janeiro de 2017, 6,65% em janeiro de 2018 e 6,31% em janeiro de 2019, o que não reporia nem as perdas inflacionárias do período.

Segundo o SinPRF-MS (Sindicato dos Policiais rodoviários federais de Mato Grosso do Sul), a tão aguardada resposta às demandas da reestruturação da carreira da PRF foi protelada novamente. Assim, decidiram pela greve sob o comando da FenaPRF.

Segundo o presidente do SinPRF-MS, Lúcio Nogueira, o resultado da assembleia foi comunicado à Federação, que realizará logo no início de janeiro uma reunião com o Conselho dos Representantes para decidir as ações a serem realizadas nos estados durante a greve.

Nesta quarta-feira (23), os policiais rodoviários federais realizarão um protesto no Posto 21 (Saída para São Paulo), às 14h.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
Recém-criada, Sala de Crise do Pantanal, vai propor ações concretas de enfrentamento à seca
EDUCAÇÃO
Estudantes com Fies podem suspender pagamentos até o fim da pandemia
NOTÍCIAS
Salão deve indenizar cliente que sofreu queimadura no couro cabeludo
ECONOMIA
Projeção de crescimento do crédito em 2020 sobe para 11,5%