Menu
Busca quarta, 27 de janeiro de 2021

UEMS terá curso de medicina na Capital

UEMS terá curso de medicina na Capital

24 abril 2012 - 15h30
Correio do Eatado


Criar o curso de Medicina na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) e exigir do acadêmico formado pela instituição que ele preste primeiro serviço em hospitais do interior do Estado. Esta é uma das alternativas estudada pelo Governo estadual como meio de reduzir o déficit de médicos em todas as cidades de MS, segundo pesquisa demográfica médica nacional.

Estudo do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), informa que faltam médicos em hospitais e postos de saúde nos 78 municípios do Estado, se levado em conta a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS), que acha o ideal 2,5 médicos para cada mil habitantes. Nem a Capital, que tem a densidade de 2,41/mil, alcança o índice considerado ideal.

O governador André Puccinelli (PMDB) disse que um programa desenvolvido por sua equipe pretende implantar o curso de Medicina na UEMS, campus de Campo Grande.

“Creio que o curso funcione até o ano de 2014. A ideia é que o formado na universidade cumpra um trato de medicar no interior ao menos no início da carreira”, afirmou. Aqui em MS, as cidades de Campo Grande e Dourados, as duas maiores, são as que mais se aproximam do ideal apontado pela OMS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Saúde atualiza plano de vacinação com novas categorias na prioridade
BATAGUASSU
Polícia Militar apreende mercadorias descaminhadas
IMUNIZAÇÃO
Vacinas já distribuídas atendem cerca de 10% dos públicos prioritários
BRASIL
Justiça lança projeto-piloto para redução da oferta de drogas ilícitas