Menu
Busca sábado, 08 de agosto de 2020

Prefeitura forma turma do Programa Brasil Alfabetizado

21 setembro 2011 - 14h10
Prefeitura forma turma do Programa Brasil Alfabetizado

Divulgação (TP)

Alunos do Programa Brasil Alfabetizado receberam os certificados de conclusão do curso. A formatura foi realizada no salão paroquial da igreja do bairro Ignês Andreazza. O programa do Governo Federal, desenvolvido no município pela Prefeitura de Ponta Porã, proporcionou oportunidade de alfabetização a jovens, adultos e idosos.

Segundo o secretário de governo e comunicação, Léo Derzi, diversos resultados positivos já foram alcançadas com a implantação deste programa, com destaque para a redução do índice de analfabetismo em Ponta Porã, a oportunidade para a realização do exercício pleno da cidadania, a melhoria na qualidade de vida e a possibilidade de continuidade dos estudos. “É emocionante testemunhar a satisfação de todos que estão concluindo o Programa Brasil Alfabetizado. Idosos que não tiveram a oportunidade de estudar, agora têm o orgulho de dizer que podem ler e escrever. Isso é uma satisfação pessoal grandiosa, não tem preço. Os jovens e adolescentes que também fizeram parte desse programa agora vão poder continuar seus estudos e buscar sua formação dentro da sociedade. É muito bom participar deste momento de vitória de cada um dos alunos que estão se formando através do programa”, declarou Léo Derzi.

O secretário lembrou também que o prefeito Flávio Kayatt sempre trabalhou para a implantação do Brasil Alfabetizado em Ponta Porã e colocou a prefeitura à disposição para que o Programa fosse instalado no município. “Esta era uma preocupação do prefeito Flávio Kayatt e, desde o ano de 2009, o Programa faz parte dos trabalhos da Secretaria Municipal de Educação e hoje ele vê com satisfação as turmas serem formadas”, disse.

Para a secretária de municipal de educação, Maria Leny Antunes Klais, o trabalho realizado pelo município em atender as pessoas que não tiveram oportunidade de estudar é gratificante. “Propiciar o acesso à educação de qualidade à população, independente da idade, é uma vitória para o nosso município. Estamos contribuindo para reduzir o índice de analfabetismo em Ponta Porã. Isso é maravilhoso,”, afirmou.

A professora que coordenou o programa no Andreazza, Daniela Rocha, falou com emoção de poder colaborar com a formação de jovens e idosos no Programa que ela diz ser muito importante para reduzir o índice de analfabetismo. “Me emociono com este momento. Comecei a dar aulas aqui para receber uma ajuda de custo para pagar minha faculdade. Hoje não consigo me separar dos alunos. Ver jovens que mal sabiam ler e escrever, e que hoje estão prontos para seguir seus estudos. Ver a felicidade de idosos que se esforçam com disciplina para vir às aulas. Sentir a emoção deles ao escreverem seus nomes de forma correta, de ouví-los lendo, é algo que não consigo explicar. Vivo a vida deles. Para mim é muito gratificante”, disse Daniela, visivelmente emocionada.

O casal Aquilino Gomes, de 81 anos e Leandra Castro Gomes, de 82 anos, são dois alunos que receberam o certificado de conclusão do Programa Brasil Alfabetizado. “Antes eu não conseguia escrever meu nome completo. Graças às aulas com a professora Daniela, hoje eu já sei juntar todas as letras do meu nome. Sei ler bem. Estou feliz”, disse Aquilino.

O jovem Arnaldo Uruê, de 15 anos, disse que foi incentivado por sua mãe para entrar no Programa. “Hoje aprendi a ler e escrever de forma correta. Agora quero seguir meus estudos e um dia me formar em alguma coisa”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Covid-19: Fiocruz recebe R$ 100 milhões para produção de vacina
UEMS
Mestrado em Ensino em Saúde abre inscrições a aluno especial e vinculado
DOF
Quatro veículos com cigarros que vinham para Dourados são apreendidos
PONTA PORÃ
HR de Ponta Porã recebe mais 10 leitos de UTI e 40 leitos clínicos para atendimento da Covid-19