Menu
Busca quarta, 03 de março de 2021

Escolas do MS debatem sustentabilidade e cidadania na sala de aula

20 outubro 2011 - 22h19Por Assessoria
O “Programa Atitude pelo Planeta” convida alunos e professores a participaram de ações relacionadas ao exercício da cidadania e ao desenvolvimento sustentável.

Escolas da rede pública e privada do município de Jardim estão recebendo neste mês de outubro, o programa “Atitude pelo Planeta”, da Junior Achievement de Mato Grosso do Sul (JAMS). O projeto está sendo aplicado pelos professores que abordam a sustentabilidade e a cidadania como mecanismos fundamentais para refletir e enfrentar os problemas sociais e ambientais da atualidade. Jardim é o terceiro município atendido pelo programa que já é desenvolvido em Campo Grande e Dourados.

Na Capital, o “Atitude pelo Planeta” conta com uma rede de mais de 20 voluntários formados por acadêmicos de Ciências Biológicas da Uniderp Anhanguera, parceira da JAMS. Até o fim do mês mais duas escolas da rede pública vão receber os voluntários.

Em setembro mais 300 alunos do Ensino Médio da Escola da Mace participaram de atividades que promovem a consciência ambiental. “Nossa tarefa dentro da sala de aula é demonstrar para os alunos o poder das pequenas atitudes que alcançam grandes resultados. Para isso utilizamos situações lúdicas que estimulam o debate e a resolução em grupo de um problema”, explica a acadêmica Nathália Pestana, sobre o principal objetivo do projeto.

O diretor da escola Wilson Buzinaro acredita que o projeto fomenta uma a integração do aluno com a sociedade e que ele participe ativamente na construção de um planeta mais equilibrado. “O papel da escola está além de preparar o aluno com provas e conteúdos, mas também motivar esses estudantes a se engajarem em atividades que visem o bem comum”. Para o professor de geografia Nelson Cesário, trazer este tema atual proporciona uma interação do aluno com escola e a percepção do que os voluntários apresentam, está diretamente ligada às disciplinas.

O estudante João Barbeta de 15 anos acompanhou atentamente as lições passadas pelos voluntários sobre o impacto ambiental causado pelos resíduos que poderiam ser reciclados depositados sem tratamento podem causar. João acrescenta que em casa todos já se preocupam em adotar atitudes cidadãs e ambientalmente corretaste. “Em casa já temos o hábito de separar o lixo, sempre ajudo nessa tarefa”.

O programa “Atitude pelo Planeta” tem a missão de promover o envolvimento dos jovens nas questões ambientais, por meio de atividades lúdicas e de ações relacionadas ao exercício da cidadania, apresentando e desenvolvendo conceitos relacionados ao desenvolvimento sustentável. O Programa aborda diversos assuntos, baseando-se no equilíbrio de objetivos sociais, ambientais e econômicos, preservando os recursos do planeta para o futuro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
Deputado Neno Razuk pede recuperação de estradas na região do Paxixi em Miranda
POLÍTICA
Nova alta do petróleo reforça mudança na Petrobras, diz Bolsonaro
GESTÃO
Jornalista Ico Victório toma posse como diretor-presidente da Fertel
ECONOMIA
Com queda do PIB, economia chega ao patamar do início de 2019