Menu
Busca quinta, 26 de novembro de 2020

Sócrates volta a ser internado na UTI com sangramento e seu estado é grave

06 setembro 2011 - 07h45
Sócrates volta a ser internado na UTI com sangramento e seu estado é grave

Uol

O ex-jogador Sócrates foi internado novamente em São Paulo na manhã desta segunda-feira. O motivo, segundo informou a mulher Kátia Bagnarelli, é um novo sangramento. Esta é a segunda crise de cirrose hepática que o ex-jogador sofrre nos últimos dez dias. Sócrates está na UTI do hospital Albert Einstein em estado grave.

A mulher dele está muito abatida, mas conseguiu falar rapidamente com a reportagem. Ela afirmou que os médicos estão tentando estancar o sangramento - que seria na região do esôfago. Katia pediu, também, orações para o ex-jogador. Segundo ela, o problema foi parecido com o que o levou para o hospital há duas semanas. Os médicos responsáveis estão trabalhando para estabilizar o quadro do ex-jogador. "Ele está reagindo bem, a hemorragia foi interrompida, mas precisamos de muitas orações", disse a mulher.

O hospital Albert Einstein ainda não emitiu nenhum boletim sobre o caso. Segundo um dos responsáveis, ouvidos pelo UOL Esporte, uma atualização do quadro do ex-meia do Corinthians só deve ser feita na manhã de terça-feira. Um dos amigos do ex-jogador que esteve no hospital na segunda à noite afirmou que os médicos esperam uma recuperação maior para poder operar.

Assim que deixou o hospital na mais recente internação, no dia 27 de agosto, Sócrates confirmou que havia sofrido uma crise de cirrose hepática e que “estava pronto para uma nova vida”. O ex-jogador confirmou também que a cirrose hepática era provocada por alcoolismo. “Estou pronto para me curar, tive uma chance de renascer e vou conseguir”.

Na primeira vez em que esteve internado no Einstein, Sócrates permaneceu na UTI durante uma semana. Os médicos instalaram uma espécie de cateter para estancar a hemorragia entre o pescoço e o fígado.

Médicos consultados durante a primeira internação falaram sobre a possibilidade e a necessidade de transplantes de fígado para casos agudos de cirrose hepática, majoritariamente causada por hepatite B e C. Devido ao alcoolismo, Sócrates, caso lhe seja recomendado o transplante de fígado, deverá passar seis meses de abstinência alcoólica antes de entrar na fila.

"A lei de transplantes é ótima. Não vou furar a fila, se precisar de transplante", disse o ex-jogador há dez dias. "Vou cumprir o que tiver que cumprir.".

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIREITOS HUMANOS
Mídia é parceira no combate violência para mulher, dizem especialistas
JUSTIÇA
2ª Câmara Criminal mantém sentença de condenado por tráfico de drogas
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda e cai a R$ 5,32
REGIÃO
Polícia Militar prende autor de ameaça com simulacro em Paranaíba