Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020
CAMPANHA SETEMBRO 15 á 30/09/2020
EXEMPLO

Barbeiro se torna exemplo para três filhos e eles se dedicam à mesma profissão: 'É muito bom tê-los perto'

09 agosto 2020 - 08h00Por G1 MS

"O mais novo fica no caixa. Ele prefere cuidar das questões administrativas. O do meio corta cabelos desde os 15 anos. E o mais velho é o gerente. Ele é o responsável quando eu não estou aqui". É assim que, com orgulho, define o barbeiro Fernando Santos Duarte, de 41 anos, sobre o fato de ter os três filhos por perto no estabelecimento comercial dele, que fica no bairro Guanandi, região sul de Campo Grande.

Há 8 anos, Fernando se tornou barbeiro profissional. Antes, ele atuava como músico, mas, mudou definitivamente de profissão quando decidiu ter o próprio negócio. "O que aconteceu com os meninos foi algo muito natural. Eu nunca forcei eles a nada. Eles foram se interessando, pegando nas ferramentas. Foi o exemplo mesmo, no início algo que era sem compromisso foi se tornando uma responsabilidade para eles, um gosto que eles tomaram", afirmou.

Segundo o barbeiro, o filho mais velho, de 24 anos, é o primeiro que passou a acompanhá-lo no serviço. "Ele terminou o ensino médio, começou a faculdade e vinha para cá. Desde o início, ele me falava que já queria trabalhar e até hoje está comigo. São seis anos de profissão no caso dele. A segunda pessoa que eu ensinei foi um sobrinho, que hoje tem a própria barbearia", relembrou.

Os outros dois filhos, de 15 e 16 anos, também tiveram facilidade para aprender o ofício. "Quem tem filho homem sabe: eles estão em uma idade em que a gente não pode bobear, senão a pessoa pode ir para outro caminho. Eu prefiro que eles fiquem aqui, varrendo o chão ou fazendo outras coisas em que ocupem a cabeça. Mas, também sei que são jovens e também deixo andarem de bicicleta um pouco, acompanho os estudos aqui e vejo o que estão fazendo no computador. É muito bom tê-los por perto", avaliou.

Além dos meninos, Fernando também é pai de uma menina, de apenas três anos de idade. "Ela vem às vezes, mas, quando vem fala para a mãe dela: vou lá trabalhar com o meu papai. E então pega as bonecas e fica cortando o cabelo delas. Com tudo isso acontecendo, eu vejo que este é um negócio de família e uma hora eu vou cansar. São eles quem vão dar continuidade, exatamente como era nos anos 70 e 80, em que as barbearias passavam de pai para filho", comentou.

Neste domingo (9), data em que se comemora o Dia dos Pais, Fernando pretende, novamente, estar ao lado dos filhos. "Nós estamos sempre juntos e hoje não vai ser diferente. É uma satisfação quando eu ouço elogios dos clientes sobre isso. Nunca fiz para ter nenhum reconhecimento e sim para o bem deles. Acho que o grande pagamento que tenho é poder acompanhar, de perto, cada um deles", finalizou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRAGÉDIA
Bombeiro em Dourados morre durante acidente em Santa Catarina
INTERNACIONAL
TikTok move processo para tentar reverter banimento nos EUA
INTERNACIONAL
Museu sobre acidente nuclear de Fukushima abre suas portas
INTERNACIONAL
Protestos contra monarquia ganham força na Tailândia