Menu
Busca quarta, 12 de agosto de 2020

Por agenda positiva, Dilma privilegia rádios regionais

29 agosto 2011 - 13h00
Por agenda positiva, Dilma privilegia rádios regionais

Folha.com

Em meio à sucessão de escândalos em Brasília, a presidente Dilma Rousseff mudou sua política de comunicação para tentar impor uma agenda positiva ao governo.

Desde o início de julho, ela reservou duas horas e 52 minutos a entrevistas para rádios regionais, nas quais driblou a crise para fazer propaganda e prometer obras e benefícios sociais aos ouvintes.

Isso equivale a dez vezes o tempo que dedicou no mesmo período para atender à imprensa diante de gravadores: apenas 17 minutos, fatiados em cinco ocasiões.

O tom chapa-branca das falas no rádio segue orientação do Planalto, que escolhe as emissoras, empresta equipamentos e pede aos entrevistadores que só perguntem sobre temas da região.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CRIME AMBIENTAL
Polícia Militar Ambiental de Batayporã autua infrator por desmatamento ilegal com o objetivo de construir estrada
LOTERIA
Mega-Sena acumula novamente e pode pagar R$ 12,5 milhões amanhã
AJUDA HUMANITÁRIA
Missão brasileira embarca com 6 toneladas de material a Beirute
DEEP CAUGHT
Nova fase de operação contra pornografia infantil tem alvo em Dourados