Menu
Busca segunda, 03 de agosto de 2020

Com nova logomarca, jornal Diário MS completa 18 anos

16 setembro 2011 - 15h00
Com nova logomarca, jornal Diário MS completa 18 anos


Douradosnews

O jornal Diário MS completou ontem 18 anos de circulação. Chegando à maioridade, o Diário MS movimenta um grande capital mensal (despesa contra receita), considerando uma folha com cerca de 130 funcionários, parque gráfico, distribuição, ativo/passivo, entre outros encargos. Um órgão de imprensa contribuindo, sobremaneira, com a informação gráfica no Estado. Comemorando a data, o jornal apresenta sua nova logomarca, a qual traz agregada um ícone que, segundo a direção, deverá se transformar no identificador do veículo de comunicação que tem sede em Dourados e que circula em Mato Grosso do Sul.



O jornalista Alfredo Barbara Neto, que desde abril passado é o único proprietário da empresa costuma dizer que “montar um jornal é praticamente como construir uma família, que começa com os pauteiros, que passa para os repórteres, fotógrafos, que entregam para os editores e, posteriormente, à diagramação. É um processo que se transforma em um conjunto, para o desenvolvimento de bom trabalho”.



Depois, explica ele, “passamos ao processo de composição, fotolitos, placas e impressão, para concluir com a distribuição na casa de cada eleitor”. É uma ousadia criar e dar cara a um jornal, diz o diretor-jornalista, mesmo que para isso seja preciso perder alguns finais de semana, feriados, “enfim, morar dentro do prédio que abriga o parque gráfico”.



Ciente de que os meios de comunicação estão se adaptando com uma velocidade muito maior nos últimos anos, Alfredo Barbara Neto investe em um grande projeto. Mudar a “cara” do jornal, ou melhor, cria uma “cara nova”. Aumenta a circulação no Estado, com uma análise mais detalhada dos grandes acontecimentos. Para tanto, dispõe de uma equipe empenhada no jornalismo responsável e realmente informativo. Como enfatiza Barbara Neto, “antes de ser um negócio, o jornal deve ser visto como um serviço público”.



O Diário MS completa seu 18º aniversário com uma grande mudança: ganhou “força”. Com isto, pretende estimular o leitor. O jornal se moderniza, acompanha o desenvolvimento. O leitor se sente mais confortável para ler, o bom conteúdo de sempre, com nova roupagem. Quem lê, diariamente, vai ler, agora, com mais conforto.



Jornal surgiu da junção de 3 semanários

O Diário MS é resultado da junção de três semanários: Panfleto, Jornal do Vale e Zangão. Juntos, deram origem ao Diário do Povo. A primeira edição deste novo diário circulou em 15 de setembro de l993, sob um ambiente de grande expectativa. O primeiro editorial: “Nasce uma nova era”. Na capa, uma foto aérea da cidade de Dourados, com uma manchete convidativa: “Bom dia Dourados e região”.



Aos poucos se consolidou como o jornal da região. Principalmente, a mesma região que assistiu a fecundação dos três embriões. A mesma região que, por aceitação e incentivo, criava o lema do Diário do Povo: “O jornal de integração regional”.



A credibilidade, a seriedade e o profissionalismo no trato da notícia, cada vez mais, fortaleciam este veículo e o projetava no Estado, garantindo seu espaço na imprensa sul-mato-grossense.



Uma ‘marca’ homônima em Campinas (SP) obrigou a direção trocar o nome do jornal. Nasceu o Diário MS, denominação criada pelo próprio diretor (e fundador do jornal) Vitoriano Carbonera Cales, que desejava uma marca abrangente e não limitada somente a uma região do Estado. A primeira edição com o novo nome ocorreu em 13 de dezembro de 2000, com dois cadernos coloridos e impressos em papel sulfite.



DIÁRIO MS

Com 18 anos de fundação, o Diário MS circula de segunda à sexta-feira, em todo o Estado. Mantém sucursais em várias cidades, além de repórteres locais, de Dourados, que se deslocam para prestar atendimento em inúmeros municípios.



Circula com capas e contracapas coloridas, em diversos cadernos, além de três cadernos semanais, em formato tablóide: o SobreRodas (quarta-feira), Diário do Campo (quinta-feira) e Boavida (sexta-feira). Desde o dia 1 de abril passado, a empresa está unicamente sob a direção do jornalista Alfredo Barbara Neto, já que a sociedade anterior foi desfeita em comum acordo entre as partes envolvidas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BATAGUASSU
Polícia Militar apreende mais de oito quilos de pasta base de cocaína durante abordagem a veículo e prende condutor pelo crime de tráfico de drogas.
JUSTIÇA
Fachin revoga decisão que autorizava PGR a acessar dados da Lava Jato
NOTÍCIAS
Guarda patrimonial é preso por dirigir embriagado dentro do Detran-MS
JAPORÃ
Polícia Militar prende homem por tentativa de homicídio