Menu
Busca quarta, 01 de abril de 2020

Postos de MS enfrentam risco de falta de combustível e aumento nos preços

Postos de MS enfrentam risco de falta de combustível e aumento nos preços

11 novembro 2015 - 11h00Por Correio do Estado
A greve dos petroleiros e a manifestação dos caminhoneiros que estão paralisando o transporte de cargas já está afetando os postos de combustíveis de Mato Grosso do Sul. A falta de combustíveis nas bombas e aumento do preço são duas situações já esperadas por representantes de classe.

De acordo com o supervisor técnico do Sindicato do Comércio Varejista de Combustíveis, Lubrificantes e Lojas de Conveniência de Mato Grosso do Sul (Sinpetro), Edson Lazaroto, em Campo Grande já há postos com escassez de combustíveis. “Quando se tem escassez a tendência é que ocorra aumento, mas não é confirmado que vai aumentar, depende de uma série de fatores”, disse.

Consumidores já relataram que observaram aumento na gasolina e no etanol nos postos da Capital. Sobre esse aumento, Lazaroto explicou que é reflexo do aumento da pauta do combustível, que serve de base de cálculo para cobrança de imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), que começou a vigorar no dia 1º de novembro.

Conforme Lazaroto, os reajustes da pauta são repassados às bombas de forma gradativa, já que depende da concorrência e do revendedor, que pode optar se repassa o preço ou não, além de uma série de outros fatores.
Caso os combustíveis se esgotem nas bombas, os postos que sofrerem com esse problema devem ficar fechados. “Não tem o que fazer, é um problema que começa nas refinarias e as bases sofrem. Além disso, cada revendedor tem compromisso com sua bandeira e não tem como comprar de outra. Se a greve continuar, vai refletir para o consumidor”, explicou.

O supervisor técnico explicou ainda que a greve dos caminhoneiros também pode influenciar, tendo em vista que todo o transporte de combustíveis é feito por transporte rodoviário.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEM SINTOMAS
Quase metade das confirmações de coronavírus em MS já finalizou quarentena
ESTADO
No primeiro dia do mês Governo libera pagamento de servidores que ganham até R$ 4 mil
POLÍCIA
Polícia Militar apreende três adolescentes transportando maconha de bicicleta
POLÍTICA
"Estamos diante do maior desafio da nossa geração", diz Bolsonaro
Presidente fez pronunciamento em rede nacional de rádio e TV