Menu
Busca segunda, 12 de abril de 2021
Polícia

Líder do PCC, Marcola volta às ruas, agraciado pela lei brasileira

Ele foi preso ainda rapaz, aos 17 anos de idade, e desde então vem mantendo suas relações com o tráfico de dentro da cadeia

26 janeiro 2015 - 10h23Por Fonte: perfilnews
As ruas brasileiras se preparam para receber de braços abertos, um dos maiores criminosos da história do Brasil. Marco Willians Herbas Camacho mais conhecido como Marcola, é um prisioneiro que cumpre pena no presídio de segurança máxima Presidente Venceslau, e pode ver contados os seus dias na prisão. Marcola é acusado de ser o líder da famosa facção criminosa PCC, ou Primeiro Comando da Capital, apesar de negar acusações (segundo ele, a PCC não tem um líder).

Natural da cidade paulista Osasco, ele foi preso ainda rapaz, aos 17 anos de idade, e desde então vem mantendo suas relações com o tráfico de dentro da cadeia. Chegou a se casar em 2007 com outra prisioneira, Cynthia Giglioli da Silva, também envolvida com o PCC (ela havia recebido quase cem mil reais da facção).

Marcola hoje se prepara para deixar o presídio e voltar às ruas, onde espera ser recebido de braços abertos por seus comparsas. Apesar de ter sido condenado há quase 234 anos de prisão, Marcola foi abençoado pela lei brasileira, que diz que um condenado não pode ficar preso por mais de trinta anos. Hoje, aos 46 anos de idade, forte, cheio de saúde e disposição, Marcola poderá voltar a cuidar dos seus negócios diretamente do conforto do seu lar.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPERAÇÃO HÓRUS
Veículo furtado com quase meia tonelada de maconha foi recuperado pelo DOF
EDUCAÇÃO
Prouni: MEC abrirá em maio inscrições para bolsas remanescentes
JUTI
Polícia Militar apreende veículo com chassi adulterado
COTAÇÃO
Dólar fecha acima de R$ 5,70 em meio a incertezas políticas e fiscais