Menu
Busca quinta, 23 de setembro de 2021
DIA NACIONAL DA IMUNIZAÇÃO

MS já passa de 30% de vacinados com primeira dose contra Covid-19

09 junho 2021 - 08h00Por Portal Governo MS

O Dia Nacional de Imunização é comemorado nesta quarta-feira (9) e tem como objetivo garantir que a população não deixe de se vacinar, principalmente, neste período de pandemia. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, realiza de forma simultânea, duas campanhas de vacinação: da Influenza e contra a Covid-19, além da imunização de rotina. Só em relação a vacinação contra a Covid-19, o Estado registra quase 33% de vacinados com a primeira dose e 13.47% com a segunda dose.

Para o secretário de Estado de Saúde, Geraldo Resende, a população não pode deixar de se vacinar. “Adultos, responsáveis por crianças e adolescentes, precisam ficar atentos quanto ao calendário de vacinação. A imunização de rotina é um serviço essencial disponível para população. Os profissionais que atendem nas salas de vacinação nas unidades de saúde são pessoas capacitadas e seguem um rigoroso protocolo de biossegurança. Então, não fiquem com medo, se vacinem! A vacinas salvam vidas. Assim, se chegar a sua vez, ‘não vacile, vacine’! Seja para a influenza, covid ou de rotina”.

Em Mato Grosso do Sul, Campanha de Imunização da Influenza já atingiu 29,00% de cobertura vacinal. A partir desta quarta-feira, 9 de junho, começa a terceira fase da campanha, vacinando indivíduos com comorbidades ou deficiências permanentes, caminhoneiros, trabalhadores do sistema rodoviário e portuário, forças de segurança e das Forças Armadas, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade e jovens de 12 a 21 anos que estão sob medidas socioeducativas.

Imunização contra a Covid-19

Em outra ponta, a Campanha de Imunização Contra a Covid-19 já atingiu a marca histórica de mais de um milhão de doses aplicadas somando a primeira e a segunda de vacina contra o Coronavírus. A tão esperada vacina iniciou no dia 18 de janeiro e atualmente já conta com 1.365.640 doses da vacina de três laboratórios diferentes: AstraZeneca, Coronavac e Pfizer. Deste quantitativo já foram aplicadas 1.304.863 de doses, sendo 926.509 de D1 e 378.354 de D2, conforme dados do Vacinômetro MS.

Segundo Geraldo Resende, a marca representa um fato histórico para Mato Grosso do Sul. “Isto mostra que somos eficientes na logística de distribuição e aplicação de doses. Mostra o quão queremos atingir a nossa meta de vacinar a nossa população o mais rápido possível. Para nós, estarmos em primeiro ou segundo lugar, é um evento histórico. Acredito que estamos marchando com muita velocidade para vencer este enfrentamento à Covid-19”.

Resende ainda lembra que as ações positivas são resultados de parcerias importantes, principalmente com os municípios. “Durante a pandemia, nós tivemos a colaboração de todos os secretários (as) municipais e prefeitos (as) dos 79 municípios. Pedimos a cada um deles, que avançassem na vacinação tanto nos finais de semana quanto nos feriados. Assim, estamos colhendo os frutos positivos, mas não podemos baixar a guarda e precisamos avançar ainda mais neste enfrentamento à Covid-19”.

A gerente técnica de Imunização da SES, Ana Paula Rezende Goldfinger, foi a primeira servidora que levou os imunizantes contra a Covid-19 para dar início a vacinação no Estado e viveu um misto de emoção. “A vacina contra a Covid -19 vem como uma esperança de dias melhores, mas nem todos estão tendo essa oportunidade ainda, uma vez que o imunizante ainda é escasso e não atende a todos infelizmente. Então, é necessário ainda que tenhamos cautela com o vírus”.

Secretário espera que até setembro de 2021, o Estado consiga atingir o percentual de 70% a 80% dos sul-mato-grossenses vacinados contra a covid-19. “Este é o nosso desejo, mas precisamos lembrar que as vacinas são encaminhadas pelo Ministério da Saúde para que os estados e municípios possam avançar nos seus esquemas vacinais. Assim, dependemos da disponibilidade de doses enviadas por eles”.

Histórico  

O ato simbólico da Campanha de Imunização Contra a Covid-19 ocorreu no dia no dia 18 de janeiro, quando quatro sul-mato-grossenses pertencentes à primeira fase determinada pelo PNI (Plano Nacional de Imunização), abriram a campanha. Na ocasião, o evento aconteceu na sede do Hospital Regional de MS, unidade hospitalar de referência no tratamento da doença. Representando os grupos prioritários foram vacinados: dois profissionais da saúde, uma indígena e uma idosa que mora em instituição de longa permanência e que receberam a primeira dose da vacina.

A primeira a ser vacinada foi a indígena Domingas da Silva, de 91 anos, da aldeia Tereré, em Sidrolândia, que na época rompeu o isolamento de meses apenas para ser vacinada. Pelo grupo dos idosos, a dona Maria Bezerra de Carvalho, de 83 anos, residente no Asilo São João Bosco foi a segunda a ser vacinada.

Já pelos profissionais de saúde de linha frente foram vacinados o médico Márcio Estevão Midom, de 43 anos, trabalha no Hospital Regional de Mato Grosso do Sul, unidade de referência no tratamento da pandemia, desde 2010. E por fim, a auxiliar de enfermagem Sandra Maria de Lima, de 50 anos. A vacinação para o público prioritário começou no dia 19 de janeiro de 2021.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORPO DE BOMBEIROS
Mais 100 bombeiros são enviados para combate aos incêndios no Pantanal
DEFESA DO CONSUMIDOR
Procon-MS divulga nova pesquisa de variação de preços dos produtos da Cesta Básica
POLÍTICA
Instalada comissão da Câmara que vai analisar PEC dos precatórios
SAÚDE
Governador volta a reforçar a importância de todos se vacinarem