Menu
Busca quarta, 04 de agosto de 2021

Brasileiro somou seis derrotas em suas últimas oito lutas e será demitido do UFC em caso de novo revés

Brasileiro somou seis derrotas em suas últimas oito lutas e será demitido do UFC em caso de novo revés

18 novembro 2011 - 15h20
IG


Wanderlei Silva travou guerras, virou ídolo e fez o suficiente para ser considerado um dos maiores lutadores de MMA de todos os tempos. Mas o curitibano volta ao octógono neste sábado com uma missão inédita na carreira: terá que vencer o vietnamita Cung Le no UFC 139 a qualquer custo para não ser demitido e não se aposentar do esporte.

Apesar de ostentar um currículo com 34 vitórias e 11 derrotas, Wanderlei Silva não será mantido no UFC em caso de revés neste sábado. Em sua última aparição, o lutador de 35 anos foi nocauteado por Chris Leben em menos de 30 segundos e desagradou o presidente Dana White com a performance.

“Errei na minha última luta e um atleta não pode errar nesse nível. Sofri muito. Foi uma luta muito dura e me abriu os olhos para outras coisas. Mas estou bem treinado e espero mostrar a todos que posso continuar lutando no sábado”, afirmou o brasileiro.

Mas a realidade é que Wanderlei Silva pode ser “forçado” a se aposentar pelo UFC não somente por este combate e sim pelo desempenho em geral nos últimos anos.

Até o momento o curitibano soma nada menos do que seis derrotas em suas últimas oito lutas de MMA e há tempos não mantém o mesmo nível de épocas passadas, quando faturou o título do Pride, no Japão, atropelando os principais nomes da época, como Sakuraba e Rampage Jackson.

Agora, ele terá que mostrar serviço contra um dos atletas mais versáteis do MMA. O ator vietnamita Cung Le realiza sua estreia no UFC após uma série de boas aparições no Strikeforce. O brasileiro foi chamado para substituir Vitor Belfort – que deixou o combate por lesão.

“Não tenho a aposentadoria na minha cabeça. Treinei duro e quero lutar de novo, de novo e de novo... Esta luta será muito boa, pois ambos somos ofensivos. Os fãs vão adorar”, avaliou Wanderlei Silva.

O UFC 139 acontece neste sábado à noite em San José, na Califórnia (EUA). O canal Combate transmite o evento ao vivo por pay-per-view a partir das 19h45.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Estudo diz que CoronaVac eleva resposta em pacientes imunossuprimidos
CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul recebe 62.230 doses de vacinas contra Covid-19
POLÍTICA
CPI: Marcelo Blanco diz que negociava vacinas para setor privado
EDUCAÇÃO
Processo seletivo da UEMS 2022 terá vagas para vestibular, Sisu e Enem