Menu
Busca segunda, 18 de outubro de 2021

4º BPM lança plano de policiamento de fim de ano e inaugura Posto PM de Informações

4º BPM lança plano de policiamento de fim de ano e inaugura Posto PM de Informações

12 dezembro 2011 - 12h50
Divulgação


Na noite desta sexta feira (9/12), às 19h30, o comandante do 4º Batalhão de Polícia de Polícia Militar Ten Cel QOPM apresentou o plano de policiamento do fim de ano.

A intenção do comando do 4º BPM é intensificar o policiamento na área comercial de Ponta Porã e região de fronteira, principalmente na linha internacional, uma vez que neste período a circulação de pessoas e de dinheiro aumenta consideravelmente com a vinda de turistas para a região.

Durante solenidade levada a cabo na ACEPP “Associação Comercial Empresarial de Ponta Porã”, o comandante do 4º BPM fez uma explanação sobre as atividades policiais e o resultado positivo que o policiamento comunitário esta apresentando, além do reforço policial que Ponta Porã recebe incorporando os Alunos Sargentos PM ao patrulhamento ostensivo preventivo.
Participaram do lançamento do plano de policiamento de fim de ano, o Sec. de obras o Sr. Helio Peluffo, a Sec. de Educação Prof. Leny Antunes, o Vereador Puka, o Presidente da ACEPP Evaldo Pavão e outras autoridades.
O policiamento especial de fim de ano, terá o reforço de outras viaturas policiais militares, além da Força Nacional principalmente a partir do dia 12 de dezembro, data em que o comércio local funcionará durante o período noturno.

Em outra ordem, durante o evento o Comandante do 4º BPM entregou o “Certificado Amigo do 4º BPM” a comerciantes e amigos que colaboraram com o custeamento para equipar o Posto Policial Militar de Informações do 4º BPM.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Pfizer entrega mais 1,3 milhão de doses de vacina ao Brasil
CULTURA
Festival da Literatura Indígena terá palestras, oficinas e música
ECONOMIA
Crescem reclamações sobre cobranças indevidas de crédito consignado
POLÍCIA
PMA de Dourados prende e autua dois pescadores por pesca e transporte de pescado ilegal