Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
Polícia

Adolescente de 13 anos sai para promover novena e desaparece

23 dezembro 2014 - 10h54Por Fonte: midiamax
Karina Lima de Souza, de 13 anos, está desaparecida desde a manhã de segunda-feira (22). O fato ocorreu por volta das 9 horas, no Jardim Colibri, região sul de Campo Grande. A adolescente saiu de casa na companhia do irmão de 8 anos, para promover uma novena.

“Ela é uma menina muito reservada, de pouco amigos, mas ligada a religiosidade”, explica a irmã de Karina, Patrícia Alves de Souza, de 32 anos. “Ela é minha meio irmã e estamos preocupados, ninguém tem notícia dela”, ressalta.

Patrícia explica que antes de sair de casa, ela avisou a mãe que faria o evento religioso. “Ela falou que iria reunir um grupo para uma novena, já que está chegando o Natal. Karina saiu com o irmão e cada um ficou de um lado da rua, convidando os vizinhos. Aqui é pacato, todo mundo se conhece”, explica.

Em algum momento, os dois se perderam de vista. “O irmão dela voltou para a casa, mas ela não”, recorda. A família tentou ligar para o celular da jovem, que a princípio não atendeu, mas agora permanece desligado.

“Entramos em contato com alguns colegas da escola, pois ela é muito reservada. Rede social, por exemplo, ela até criava, mas passava uns dias, ela excluía. Ela nunca foi de se expor”, comenta a irmã.

Na tarde de ontem, a família foi até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga, região sul de Campo Grande, para registrar a ocorrência do desaparecimento. Ela foi descrita como sendo de branca, de aproximadamente 1,68 metros de altura, cabelo ondulado e de cor castanho claro, usava casaco cinza, jeans e tênis.

A jovem estava com o aparelho de celular e o documento de identidade no momento em que sumiu. A família e amigos pedem que quem tenha alguma informação sobre a adolescente ou tenha visto algo que possa denunciar pelos telefones 190 do Ciops (Centro Integrado de Operações de Segurança) ou pelo 67 3323-6700 da Depac.

WhatsApp: fale com os jornalistas do Jornal Midiamax

O leitor enviou as imagens ao WhatsApp da redação, no número (67) 9207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem diretamente com os jornalistas do Jornal Midiamax. Flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões podem ser enviados com total anonimato garantido pela lei.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE
Telessaúde credencia profissionais de Web Designer com remuneração de R$ 3 mil
MS
Beneficiários do Mais Social terão que participar de curso profissionalizante
EDUCAÇÃO
Matrícula para curso de medicina da UEMS pode ser feita até dia 26 de abril
PONTA PORÃ
Força Tática do 4º BPM intercepta comboio de veículos transportando mercadorias não legalizadas