Menu
Busca sexta, 23 de abril de 2021
Dourados

Ciclistas farão passeio pelo fim de preconceito ao HIV

28 novembro 2014 - 11h09Por Fonte: douradosnews
A Campanha Mundial de Luta contra a Aids será iniciada em Dourados no sábado, dia 29, com passeio ciclístico. O objetivo é conscientizar sobre a importância de manter os métodos preventivos e pelo fim do preconceito que ainda sofre os pacientes que vivem com a doença.

O passeio é aberto a qualquer pessoa que queira participar basta comparecer na ação com sua bicicleta. Todo um esquema de segurança será montado para garantir tranquilidade durante o trajeto. “A intenção do passeio é chamar a atenção para a Aids, uma forma de conscientizar a todos sobre a importância da prevenção”, ressalta a consultora em Projetos de Prevenção do Programa Municipal DST/AIDS e Hepatites Virais, Silvane Cavalheiro da Silva.

O ponto de partida será às 7h30 no parque Antenor Martins no Jardim Flórida, onde será realizado trabalho de aferição de pressão arterial com apoio da Unimed. O percurso segue para o centro da cidade até a praça Antônio João, onde haverá uma ação de prevenção com entrega de material informativo e convite a toda população para participar das ações programadas para o Dia Mundial de Combate à Aids que será realizado durante toda a segunda-feira, dia 1º de dezembro.

No Dia Mundial, pelo menos 10 unidades básicas de saúde estarão realizando os testes rápidos para HIV e Sífilis, e a sede do Programa Municipal DST/AIDS e Hepatites Virais estará realizando durante o dia todo o teste rápido de HIV, Sífilis e Hepatite gratuitamente. Além disso, haverá uma ação de entrega de material informativo e preservativos a motoristas, das 15h às 17h no posto da PRF (Polícia Rodoviária Federal) instalado na BR-163.

“Atualmente, campanhas de conscientização sobre a importância do uso do preservativo como forma de prevenção de doenças e até mesmo de uma gravidez indesejada são constantes, porém, a luta é insistente, e o alerta para o risco de transmissão do HIV e outras DST´s é muito importante para manter a conscientização e a saúde da população”, ressalta Silvane.

Somente este ano foram registrados 61 novos casos confirmados de HIV em Dourados. “Isso nos mostra que as campanhas de conscientização não devem cessar, pois buscamos não somente a prevenção, mas também o diagnóstico precoce da doença” relata a consultora. Ela lembra que a Aids não tem cura, por isso a necessidade de prevenção. Porém ressalta que com tratamento adequado, não somente medicamentoso, mas também através de acompanhamento multidisciplinar, o paciente pode manter boas condições de saúde por muitos anos.

Silvane ainda lembra que a ação além de alertar para os cuidados necessários a redução de novos casos da doença, busca também lutar contra o estigma que ainda sofrem aqueles que vivem com a Aids. “

“O preconceito daqueles que não tem a doença em relação aqueles que a tem ainda é grande. Muitas vezes o próprio paciente estigmatiza sua doença e acaba nutrindo um preconceito contra si mesmo. Mas hoje, já não há motivo para que isso ocorra, já que a transmissão do HIV só ocorre em situações bastante específicas” relata. Entre as formas mais comuns estão a relação sexual desprotegida, contato sanguíneo, transfusão de sangue e compartilhamento de seringas e agulhas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Camionete que seguia para Campo Grande com mais de uma tonelada de maconha foi recuperada pelo DOF
ECONOMIA
Micro e pequenas empresas podem pagar Simples com Pix
MEIO AMBIENTE
PMA realiza orientação em 61 propriedades rurais em prevenção aos incêndios
ECONOMIA
Prazo para contestar auxílio emergencial negado no dia 10 acaba hoje