sexta, 19 de julho de 2024
Leilão

Conselho leiloa carros e motos do tráfico com lance a partir de R$ 200

05 novembro 2015 - 10h04Por Fonte: campograndenews
Conselho Estadual Antidrogas está leiloando veículos apreendidos com traficantes em Mato Grosso do Sul. A lista com os 54 bens disponíveis para compra foi publicada na edição de quarta-feira (5) do Diário Oficial, contendo em sua maioria carros populares e motos cujos lances mínimos variam de R$ 200 a R$ 2,5 mil. Alguns dos itens são considerados sucatas e não podem circular.~

Conforme o edital, os interessados poderão dar uma olhada nos lotes nos dias 16 e 17. Eles estão na empresa responsável pelo pregão, localizada na Avenida Tamandaré, 1.066, Vila Planalto.

O promotor de Justiça Sérgio Harfouche, presidente do conselho, afirma que a entidade já realizou diversos leilões ao longo de 2015, tendo angariado mais de R$ 10 milhões para serem utilizados em ações de prevenção e combate à venda de entorpecentes.

“Nós já batemos a meta de R$ 6 milhões no ano. Para esse, o objetivo é vender todos os bens, o que já tem sido feito em todos os leilões”, afirma.

Segundo ele, Mato Grosso do Sul tornou-se exemplo pela eficiência em transformar os bens apreendidos em dinheiro. “Se juntar o que São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Brasília conseguem com leilões, não chega ao que se arrecada aqui”.

Desde que os bens do tráfico começaram a ser revertidos em fundos por meio de leilões, Mato Grosso do Sul foi o único estado a conseguir realizar um pregão por mês, conforme o promotor.

“O segredo é que o conselho administra o evento com uma equipe preparada para isso e dedicação. Ninguém ganha nada com isso, não tem remuneração. Fazemos isso por um ideal, por se tratar de patrimônio e não termos recursos”, explica.

Harfouche acrescenta ainda que os automóveis não pertencem ao estado, mas sim á Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), que autoriza os estados a venderem os itens. Toda a verba é encaminhada a Brasília e 20% retorna aos cofres locais.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRABALHO, PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA

Projeto prevê possibilidade de trabalho remoto para mulheres em situação de violência doméstica

SAÚDE

Em menos de sete meses, Influenza já mata mais em MS do que todo o ano passado

CIDADE E TRANSPORTES

Projeto obriga seguradora a justificar exclusão de motorista de carga em perfil de risco

REGIÃO

Três irmãos são resgatados em situação de abandono em Ponta Porã