Menu
Busca quarta, 14 de abril de 2021
Ponta Porã

Defesa Civil oferece curso de assistência humanitária

Curso ministrado para os assentados do Itamarati prepara pessoas para defesa civil e assistência humanitária

31 janeiro 2015 - 08h00Por Assessoria

A Prefeitura de Ponta Porã, através da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Coordenadoria Municipal de Proteção e Defesa Civil, ofereceu curso básico de defesa civil e assistência humanitária para os trabalhadores da Associação de Moradores e Ex-funcionários da Fazenda Itamarati (AMFFI).

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, Mauro Camargo, o prefeito Ludimar Novais estruturou o setor e hoje é possível desenvolver um melhor trabalho com a comunidade. “Hoje temos uma sede própria, um carro específico para fazer os atendimentos e um telefone para atender 24 horas por dia”, destaca.

Camargo disse que o curso oferecido no Assentamento Itamarati foi idealizado com o objetivo de oferecer conhecimentos teóricos e procedimentos práticos que possam levar as pessoas a refletirem, buscando o envolvimento de todos na busca do desenvolvimento humano e social.

Segundo ele, o curso teve duração de dez horas e contou com a participação maciça dos associados da AMFFI. “O município foi dividido em dez setores que serão beneficiados com cursos gratuitos da Defesa Civil. Ao término do projeto, vamos realizar um evento no Centro Internacional de Convenções com os formandos”.

Para o coordenador, a participação da comunidade nos cursos e na atuação na defesa civil é de grande importância na construção de uma sociedade mais humana. “O homem deve sentir-se parte integrante do lugar onde vive e participa dos problemas e soluções locais”, ressalta Mauro Camargo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORREDOR BIOCEÂNICO
Após suspensão de licitação, governo requisita novo cronograma para obra de ponte sobre Rio Paraguai
JUSTIÇA
STF confirma decisão que determinou a abertura de CPI da Pandemia
POLÍTICA
Senado debate adiamento do reajuste de preços de medicamentos
NAVIRAÍ
Polícia Civil incinera 1,2 tonelada de drogas