Menu
Busca terça, 20 de abril de 2021
Ponta Porã

Festival de Dança é sucesso de público em Ponta Porã

Evento reuniu 17 grupos apresentando vários ritmos e estilos do segmento de dança

19 novembro 2014 - 07h45Por Assessoria

O I Festival Municipal de Dança promovido pelo Governo Municipal do Prefeito Ludimar Novais, através da Fundação da Cultura de Ponta Porã-FUNDAC, atraiu um excelente público ao Centro de Convenções Internacional de Ponta Porã.

O evento foi realizado na quinta-feira, com inicio as 17h30min., com uma programação reunindo 203 participantes das 17 apresentações em diferentes ritmos e estilos, visando impulsionar e abrir espaço para aqueles que realizam o trabalho no segmento da dança em Ponta Porã. O primeiro a subir no palco foi o grupo Mexa-se, formado por alunos da Oficina de Dança de Rua, da FUNDAC, que levantou o público com o ritmo da chamada arte urbana, integrando break, hip-hop, funk e contemporâneo.

O público que compareceu em bom número para prestigiar o I Festival Municipal de dança: “O que se dança na fronteira”, acompanhou ainda as seguintes apresentações: CEINF Profa. Eurora Ramos que contou com 19 crianças entre 1 e 4 anos, apresentando o espetáculo : A dança do Patinho – Galinha Pintadinha e sua turma”; CEINF Prof. Mário Ocaris com o espetáculo infantil: “A música do pezinho – Animazoo Kids”; Escola Polo Municipal Ignês Andreazza com espetáculo “A expressão dos sentimentos interiorizados”; Escola Municipal Cooporã homenageou a paixão do brasileiro pelo futebol, integrando dança e os movimentos do esporte mais popular do pais; CEINF – Prof. Conrado Canteiro fez uma menção a riqueza do folclore brasileiro com o tema Sambalelê; Já os alunos do CEINF Profa. Joana Ferreira Franco Barrios fez uma singela homenagem ao segmento sertanejo inserindo o country em sua apresentação; Escola Polo Municipal Lydio Lima, optou pela alegria do Xote das Meninas de Luiz Gonzaga; O CEINF Elpidio Peluffo também homenageou a musicalidade do nordeste com o espetáculo; “Eu só quero um Xodó” através do ritmo Forró; A Escola Polo Municipal Ramiro Noronha inovou e apresentou What a Feeling – Irene Cara; O grupo de dança do Sindicato dos Trabalhadores em Educação - SIMTED, resolveu homenagear a cultura fronteiriça, através da dança Pájaro Campana; Escola Polo Municipal Marcondes Fernandes Pereira destacou a arte indiana, com Sameer Roshan – Abhuijeet, Udit Narayan; Escola Topo Gigio com o expressivo número de 30 componentes, fez uma homenagem Madonna, ícone da música pop em Mix Material Girl; Escola Municipal Maria Lígia Borges Garcia também fez uma releitura de Pájaro Campana, após pesquisa da cultura paraguaia; Centro de Tradições Gaúchas – CTG, participou com o Grupo de Dança Juvenil, através de Chimarrita, Tatu com volta no meio e Tatu de Castanholas; Escola Estadual Geni Marques Magalhães, apresentou o espetáculo: Tatanka, integrando ritmo indígena, dança de rua e ballet moderno. A Escuela Básica Privada Cembrador, representou cidade vizinha Pedro Juan Caballero, abrilhantando o evento com uma bela apresentação homenageando o folclore paraguaio.

O Projeto Dança Porã desenvolvido pela Prefeitura Municipal, através da FUNDAC e coordenação da Professora Maia Farias, encerrou o I Festival Municipal de Dança, com o espetáculo: Cotidiano, com 16 alunas de 12 a 15 anos que encantou todo o público.

A Presidente da Fundação da Cultura de Ponta Porã, Gisele Benites Flor, destacou o excelente público que compareceu para prestigiar ao evento e a qualidade das apresentações.

“O I Festival Municipal de Dança alcançou o seu objetivo de proporcionar espaço para os fomentadores da dança na fronteira e apresentações de qualidade para nossa população” disse Gisele, ressaltando que “a atual administração vem oferecendo suporte necessário para que possamos alcançar todos os segmentos artísticos e culturais existentes em Ponta Porã”.


Gisele Flor lembrou ainda que o município vem realizando um amplo trabalho de mapeamento das manifestações artísticas e culturais, que possibilitará conhecer melhor a identidade cultural de Ponta Porã.

“O Festival de dança também serviu para conhecermos, os professores que atuam no setor de dança, o seu trabalho e pesquisa realizadas por esses profissionais, contribuindo para uma maior integração neste importante segmento cultural. Já estamos pensando e preparando a segunda edição para 2015” frisou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Polícia Militar recupera parte de dinheiro furtado de um mercado
SAÚDE
Novos leitos de UTI são disponibilizados na Capital, em Dourados e Três Lagoas
PONTA PORÃ
Veículo que seguia para Brasília com maconha foi apreendido pelo DOF
SAÚDE
Sancionada lei sobre remessa de patrimônio genético ao exterior