segunda, 22 de julho de 2024
Polícia

Grávida morre com suspeita de dengue hemorrágica

27 novembro 2015 - 10h43Por Fonte: correiodoestado
A gestante Cristyane Ferreira, de 20 anos, morreu na madrugada desta sexta-feira (27) com suspeita de dengue hemorrágica. Ela morava em Coxim, mas morreu no Hospital Universitário, em Campo Grande, para onde foi transferida para tratamento médico.

Resultados de exames feitos na jovem indicaram plaquetas baixas. Ainda não é possível confirmar se ela estava com dengue hemorrágica, uma vez que outras doenças, como Chikungunya e Zika Vírus também apresentam características semelhantes.

De acordo com o Edição de Notícias, a jovem deu entrada no Hospital Regional Álvaro Fontoura, em Coxim, por volta das 10h desta quinta-feira (26), apresentando sintomas de vômito e infecção urinária.

Depois de passar por exames, ela foi encaminhada para a Campo Grande, mas durante o trajeto, próximo a Rio Verde, médicos notaram que a respiração e a frequência cardíaca da gestante começaram a cair.

A equipe então retornou a Coxim, onde Cristyane foi estabilizada, entubada e novamente transferida para a Capital, mas desta vez em uma unidade móvel de terapia intensiva.
A grávida chegou no HU por volta das 20h, ocasião em que seu quadro clínico começou a se agravar e ela morreu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Início de operação da fábrica de Ribas do Rio Pardo consolida MS como vale da celulose

ECONOMIA

Mercado voluntário de carbono no Brasil recua em 2023

Dados são do Observatório de Bioeconomia da FGV

BRASIL

Conab recebe mais R$ 115 milhões para apoio à comercialização da agricultura familiar

DIREITOS HUMANOS

Cimi: políticas públicas ainda não frearam violência contra indígenas

Relatório cita fortalecimento e retomada de ações de fiscalização