sábado, 13 de julho de 2024
Polícial

Grupo de sem-terra é forçado a deixar fazenda em reintegração de posse

Ordem da Justiça é cumprida na manhã desta quinta-feira (3), em Nova Andradina

03 dezembro 2015 - 11h07Por Fonte: correiodoestado
Grupo de sem-terra que há quase quatro meses ocupa a Fazenda Saco do Céu, no município de Nova Andradina, é forçado a deixar a propriedade rural nesta quinta-feira (3), em cumprimento de determinação judicial para reintegração de posse.

Nota emitida pelo Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra de Mato Grosso do Sul, diz que as famílias instaladas no local temem violência. “Temos crianças e idosos no local e esperamos que tudo ocorra sem agressão física e nem moral”, diz uma sem-terra.
Participam da reintegração forças policiais de Nova Andradina e o Batalhão de Choque de Campo Grande.

INVASÃO

Segundo o site Nova News, o grupo ocupa a terra desde o dia 21 de agosto. Integrantes do Movimento Sem-Terra, que não quiseram se identificar, informaram que o objetivo é pressionar o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) pela aceleração no processo de reforma agrária.

As famílias reclamam da morosidade por parte do Governo Federal em realizar uma política de reforma agrária.
A propriedade rural Saco do Céu tem 5,2 mil hectares e, após vistoria realizada no início de 2014, pelo Incra, foi considerada improdutiva.
Os donos da terra, que moram em São Paulo, contestaram a vistoria.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA

Projeto aprovado pela Câmara permite recolhimento automático de tributo por meio eletrônico

MS-379

Veículo com cigarros contrabandeados é apreendido entre Dourados e Laguna Carapã

SAÚDE

Comissão aprova criação do Programa Nacional de Assistência Integral ao Vitiligo e à Psoríase

INVESTIMENTO

Recursos de R$ 227 milhões do FCO são aprovados para empreendimentos em diversas áreas no MS