Menu
Busca segunda, 12 de abril de 2021
Tragédia

Jovem de 24 anos morre atingido por raio enquanto falava ao celular

03 fevereiro 2015 - 10h42Por Fonte: campograndenews
Jovem de 24 anos morreu após ser atingido por raio em casa no final da tarde de ontem (2), na Rua Rui Barbosa, na Vila São Bento, em Sidrolândia, distante 71 quilômetros de Campo Grande. A vítima, Rafael Cunha Frete falava ao celular no quintal de casa, quando aconteceu o acidente.De acordo com o site Sidrolândia News, o raio caiu na varanda, a poucos metros de onde o rapaz estava falando ao celular. Rafael, que foi atingido pela descarga, chegou a ser socorrido pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas morreu ao dar entrada no Hospital Elmíria Silvério Barbosa. O rapaz era casado e deixa mulher e dois filhos pequenos.

Esse é o segundo caso que acontece em menos de 1 mês no Estado. No dia 20 de janeiro, Helen Rubles de Mello, 19 anos, foi atingida pela descarga elétrica dentro de casa quando usava o celular, em Fátima do Sul. A jovem teve convulsão na hora, foi socorrida e pouco depois teve alta.

Casos de pessoas atingidas por raios enquanto falam ao celular vão se tornar cada vez mais comum, segundo o professor de geofísica espacial da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Widinei Alves Fernandes. Segundo ele, as duas vítimas poderiam ter sido atingidas mesmo que não estivessem falando ao celular.

Conforme Widinei, a radiação que o celular causa é insuficiente perto dos demais objetos que podem ter atraído a descarga elétrica. Possivelmente isso aconteceu, porque a jovem deveria estar na varanda, na janela, ou num ponto de ônibus, o fato é que não estar um em local seguro, sim, pode ter sido o fator principal.

Segundo o Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), Mato Grosso do Sul está entre os cinco Estados com maior número de morte por raios no País. No ano passado, quatro pessoas morreram após serem atingidas por descargas no Estado. Foram 98 óbitos no país.

O levantamento do Inpe revela ainda que 111 pessoas morreram vítimas de raio entre 2000 e 2014 em Mato Grosso do Sul. O Estado perde apenas para São Paulo, que lidera o ranking com 288 mortes, Minas Gerais com 132, Rio Grande do Sul, 130 e Pará com 126.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
PMA de Aquidauana captura terceiro jacaré passeando pelas ruas da cidade neste ano
INTERNACIONAL
China quer trabalhar com o Brasil para promover parceria estratégica
FÁTIMA DO SUL
PMA fecha serralheria por emissão de sons acima do previsto em lei prejudicando a vizinhança
AÇÃO DE GOVERNO
Ritmo das obras intensifica no Estado, com mais de 80 trabalhos só na área urbana