Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021

Duplas de motocicleta realizavam vários assaltos e colocam ação da polícia em xeque na fronteira

Duplas de motocicleta realizavam vários assaltos e colocam ação da polícia em xeque na fronteira

24 janeiro 2012 - 11h07
Jornal da Praça

Uma série de assaltos praticada por elementos de motocicletas está colocando em xeque a ação da Polícia Militar e da Força Nacional de Segurança em Ponta Porã, responsáveis pelo policiamento ostensivo da cidade. A onda de violência imperou no final de semana. Na noite de sexta-feira (20), por volta das 21h30min, elementos desconhecidos ocupando uma motocicleta fizeram vários disparos contr4a uma residência da Rua Jasmim, no Residencial Ponta Porã.

O dono da casa, de 24 anos, relatou que estava em sua residência quando ouviu vários disparos de arma de fogo e logo em seguida barulho de uma motocicleta saindo em disparada. Observou então que no portão havia quatro perfurações possivelmente de arma de fogo, onde alguns disparos atravessaram o portão e atingiram a porta de um veiculo placas HSA-4772, que estava estacionado no quintal. Ninguém foi preso.

No sábado (21), por volta das 16h40min, a instrutora de auto-escola Silvia Alegre, moradora no Residencial Ponta Porã, estava circulando pela Rua Marechal Floriano, quando em frente ao Hotel Internacional, quando se preparava para adentrar o território paraguaio para abastecer, foi abordada por dois elementos em uma motocicleta estrangeira, marca Kenton, cor vermelha.O que estava na garupa desceu, levantou a camisa e sacou de uma arma [revólver], dizendo: “Desce! É um assalto! Desce, desce!”.

Segundo a vítima, o assaltante aparentava ter 22 anos de idade, cor parda, madrgo, trajando calça jeans escura e camiseta azul, com capacete cinza e preto, viseira erguida e sotaque brasileiro. A mulher entregou o carro e pediu socorro a um conhecido que passava, seguindo os ladrões até a entrada da Fazenda Fortuna, em Pedro Juan Caballero (Paraguai), onde perdeu a dupla de vista. A Polícia Nacional foi avisada do roubo.

Vinte minutos depois a Polícia Militar foi acionada para atender outro caso de assalto, desta vez na Rua Comandante Cardoso, Bairro da Granja, uma vítima de 46 anos contou que se deslocava de seu trabalho no sentido centro bairro-quando, dois homens em uma motocicleta de origem estrangeira pararam o veículo. O passageiro da moto desceu e puxou sua bolsa que estava no braço esquerdo, fugindo em direção ao Jardim Aeroporto. Segundo a vítima, na bolsa levada pelos assaltantes havia telefone celular e todos os documentos pessoais, inclusive cartão do Vale Renda e remédios.

LATROCÍNIO

Continuando a série de roubos de sábado, por volta das 19h20min, a marginalidade voltou a atacar, desta vez na Avenida dos Laçadores, no Jardim Flamboyant, próximo à entrada do bairro Andreazza. Um jovem de 18 anos informou que estava transitando na via, quando percebeu que dois elementos em uma motocicleta vermelha tipo ‘Titan’ tentavam assaltar um rapaz para roubar sua motocicleta Honda/Titan Mix.

A vítima, Joel Feltrin Junior, de 21 anos, teria tentado pegar o celular, quando foi baleado com dois tiros pelos bandidos. A vítima caiu com a moto e gritou por socorro, enquanto os assaltantes, que estariam sem capacetes, fugiam na direção da BR-463.

Joel foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado às pressas para o hospital regional e durante o trajeto ele chegou a contar como foi baleado pelos marginais. Porém, após ser internado, não resistiu aos ferimentos e faleceu. A morte de Joel chocou a comunidade evangélica, da qual era participante ativo. Até ontem à tarde ninguém havia sido preso.

No domingo (22) à noite, por volta das 22h, um elemento de cerca de 1,75 metro de altura, de pele morena, trajando camiseta branca e short escuro, atacou um cidadão de 50 anos na Rua Marechal Floriano e lhe tomou a bolsa que carregava, na qual haviam documentos pessoais (CPF, RG, Título de Eleitor), cartões bancários e do Bolsa Família.

Em seguida fugiu na direção de Pedro Juan Caballero (Paraguai). A PM fez rondas pelas imediações e informou a Polícia Nacional do Paraguai sobre o assalto, mas o bandido não foi encontrado. A vítima e uma testemunha foram encaminhadas ao 1º Distrito Policial para registrar queixa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GUIA LOPES DA LAGUNA
PMA prendem e autuam infrator por pescar utilizando petrecho ilegal, onde a pesca é proibida
OUTUBRO ROSA
Com foco na prevenção, Conselho leva mulheres com deficiência para realizar exames
OPERAÇÃO PROLEPSE
PMA autua 128 infratores, aplica 33 milhões em multas e realiza orientação em 740 propriedades
POLÍTICA
Projeto destina 10% de vagas no Sine para mulher vítima de violência