Menu
Busca sexta, 16 de abril de 2021
Polícial

PM prende quatro pessoas acusadas de furtar R$ 5,3 mil em loja de departamentos

24 dezembro 2014 - 18h25Por Fonte: douradosnews
Uma ação criminosa que teria sido promovida na base do trabalho de ‘formiguinha’ acabou levando quatro pessoas para trás das grades ontem (22) à noite em Dourados. Manoel Fausto Viana, 48, a namorada dele, Renilda de Souza Marcondes, 38, Romário Soares Pereira, 21, e Willian Rafael de Souza, 20, foram presos em flagrante acusados de furtar nada menos que R$ 5,3 mil de uma loja de departamentos do shopping. O detalhe é que Pereira e Souza eram funcionários da loja.

Conforme apurado pela polícia, a ação do quarteto teria começado pela manhã. Seguranças da loja desconfiaram de Viana e Renilda, que entraram e saíram da loja por várias vezes ao longo do dia, após experimentarem várias roupas e olharem diversos objetos. Na casa do casal foram encontrados vários produtos da loja, que somados totalizaram um prejuízo de R$ 5,3 mil.

Ainda de acordo com o que foi averiguado pelos policiais, o casal tinha a ação de ‘formiguinha’ facilitada por Pereira e Souza que, como funcionários da loja, ajudavam os dois a retirar das peças e objetos furtados os ímãs de segurança, para que o alarme na porta do estabelecimento não denunciasse a ação. As peças e objetos eram escondidos em sacolas e os dois saíam tranquilamente da loja.

O quarteto foi levado para a delegacia do 1º Distrito Policial, onde negaram a prática do crime apesar de terem sido flagrados com os objetos e peças que foram furtados. A polícia ainda levou para delegacia uma funcionária da loja de 38 anos que também teria participação no caso. No entanto, ela foi ouvida e liberada por não haver provas concretas da ação dela no crime. No entanto, essa funcionária continua sendo investigada.

Nenhum dos quatro presos tinham passagens registradas pela polícia. Todos foram autuados em flagrante por crime de furto sem direito a fiança. Conforme divulgado pela polícia, a direção da loja de departamentos acredita que o quarteto agira há meses, pois desfalques no estoque vinham sendo percebidos antes do flagrante de ontem.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
"Respiradores salvam vidas e essa é nossa meta", diz Neno Razuk em pedido de recursos para compra
CRIME AMBIENTAL
PMA autua pecuarista desmatamento dentro da Unidade de Conservação de Proteção Ambiental
BRASIL
Covid-19: em uma semana, mortes aumentam 8% e casos 6%
CASSILÂNDIA
Polícia Militar tira de circulação mais um foragido da justiça