Menu
Busca terça, 03 de agosto de 2021

Polícia já identificou acusado de atropelar e matar ambulante em Ponta Porã

Polícia já identificou acusado de atropelar e matar ambulante em Ponta Porã

14 outubro 2011 - 13h30
Mercosulnews


A Polícia Civil de Ponta Porã já identificou o motorista que na madrugada desta quarta-feira (12), por volta das 4h30min, atropelou e matou o vendedor de pipocas Carlos Mendes, de 69 anos, conhecido na cidade como ‘Tio Carlos’. O acidente ocorreu na Rua Comandante Lincoln Paiva, em frente à cabeceira da pista do Aeroporto Internacional. O causador do acidente fugiu sem prestar socorro à vítima.

O autor do atropelamento, segundo confirmou ontem o delegado Odorico Mendonça Mesquita, do 1º Distrito Policial, “é um funcionário da prefeitura, que já está identificado e deve se apresentar nesta sexta-feira aqui no 1º DP, e se ele não se apresentar, vai receber intimação”, afirmou. Desde o registro do lamentável acidente, policiais do SIG (Serviço de Investigações Gerais) estavam em busca de pistas.

Uma delas e talvez a mais importante para a identificação do acusado, foi a placa do veículo que o servidor dirigia, que pertenceria a outra pessoa, e que foi anotada por uma testemunha e repassada à Polícia Militar e ao Corpo de Bombeiros, que atenderam a ocorrência. O servidor municipal seria lotado na Secretaria Municipal de Assuntos Jurídicos como assessor da Procuradoria Geral do Município (PGM).

O servidor municipal, cujo nome não divulgado pela polícia, deverá ser indiciado por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) ou mesmo por homicídio doloso (dolo eventual, por que assumiu o risco de matar ao extrapolar na velocidade), além de omissão de socorro, já que fugiu do local do crime. Este agravante, segundo a autoridade, pode lhe acrescentar 1/3 na pena, em caso de condenação.


DOIS CARROS

A possível apresentação do servidor público envolvido no acidente poderá contribuir para a Polícia Civil esclarecer versões que chegaram ontem ao conhecimento da Imprensa, de que o acusado teria sido visto em companhia dos filhos de duas importantes autoridades políticas da cidade em um evento artístico no parque de exposições, consumindo bebidas alcoólicas.

A polícia também quer esclarecer informações de que dois veículos teriam se envolvido simultaneamente no acidente. No primeiro carro, possivelmente um VW/Fox, estariam o servidor e um passageiro. Ele teria sido o primeiro a atingir Carlos Mendes, que foi arremessado na pista. No segundo veículo, aparentemente um Ford/Fusion, que teve as placas anotadas, estariam os filhos de autoridades locais.

Há versão de que logo após atingir o ambulante, o motorista do primeiro carro teria parado duas quadras à frente e ligado para uma autoridade do município, desesperado, informando que havia atropelado alguém. Nisso, teria surgido o segundo veículo, que teria passado por cima da vítima na pista. Em seguida os envolvidos evadiram-se do local para escapar do flagrante.

Ontem à tarde a polícia tentava localizar o veículo (ou veículos) envolvido no acidente. O delegado reconhece que detalhes do acidente que vitimou Carlos Mendes só devem ser conhecidos após a apresentação do acusado (ou acusados), o que deve ocorrer nesta sexta-feira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DOURADOS
Ocorrências violência doméstica "evolui" e trio acaba preso por tráfico e furto pela PM
POLÍCIA
Polícia Militar apreende 61 kg de maconha em veículo furtado no estado de São Paulo
BRASIL
Vendas de automóveis têm queda de 8,4% em julho comparado a 2020
BRASILÂNDIA
Polícia Civil estoura entreposto de cigarros contrabandeados do Paraguai e prende casal