Menu
Busca domingo, 20 de junho de 2021

Ponta Porã: Ninguém investiga morte de Magalhães

Ninguém investiga morte de Magalhães

19 abril 2012 - 15h40
Mercosulnews


O assassinato do policial militar César Santos Magalhães, ocorrido no centro de Ponta Porã, na tarde do último sábado (14), continua sem ser investigado pela Polícia Civil. Segundo informações obtidas junto ao 1º Distrito Policial, os dois delegados Odorico Mendonça e Clemir Vieira estão viajando.


O delegado substituto é de Antônio João e só está “cumprindo plantão”, já que não é da sua incumbência iniciar o inquérito policial, coisa que deverá ser atribuída ao delegado Odorico, quando ele voltar para a fronteira.

Enquanto isso, as investigações estão “congeladas”, o que certamente vai contribuir para dificultar ainda mais a descoberta da autoria do crime. Os policiais militares e civis que estiveram no local do atentado não se deram ao trabalho de colher nomes de testemunhas e elas são muitas, já que a tarde de sábado sempre é muito movimentada naquela parte central da cidade.

Nem as imagens das câmeras localizadas no cruzamento da Avenida Brasil com a Rua Sete de Setembro foram solicitadas até o momento.

ROCARO

Da mesma forma, não avançaram as investigações em torno do assassinato do jornalista Paulo Roberto Cardoso Rodrigues, o Paulo Rocaro, ocorrido há mais de dois meses.

A Polícia Civil solicitou inclusive o HD do computador do jornalista, prometendo devolver em uma semana. Já se passou um mês e até agora não se tem notícia do equipamento, o que está prejudicando o trabalho de elaboração do Jornal da Praça, já que o HD guarda importantes arquivos que são utilizados diariamente pela editoria do diário.

Outro gigantesco ponto de interrogação é o resultado do exame de balística, que estaria à disposição de peritos da Capital há dois meses e até agora não foi concluído.

Mesmo assim, altas autoridades do Estado, como o governador André Puccinelli e o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini Brasil, continuam assegurando que “o crime está na iminência de ser desvendado”. Será??

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Brasil recebe lote de vacinas da Pfizer pelo consórcio Covax Facility
SAÚDE
Brasil registra 17,9 milhões de casos de covid-19 e 501,8 mil mortes
PONTA PORÃ
Durante atendimento de perturbação do sossego, Polícia Militar prende foragido da justiça
REGIÃO
Polícia Militar prende trio feminino por tráfico de drogas